Por que os peixes formam cardumes?


“Meu filho tem 9 anos e adora peixes, outro dia me perguntou por que os peixes nadam todos juntos (em cardume). Eu não soube responder.” Elisângela Cristina

Elisângela, na natureza tudo tem uma razão de ser e com os peixes não é diferente. Os peixes que formam cardumes são geralmente, peixes menores, pois esse comportamento serve para que eles se defendam contra predadores, afinal, “União faz a força!“.

Quando os peixes se reúnem em cardumes, eles procuram nadar em sincronia de movimentos, o que faz com que todos os indivíduos se pareçam com um só diante do predador. É como se formassem uma massa homogênea que impede o foco em um indivíduo particular. Como os predadores precisam focar sua presa antes do ataque, o cardume evita que esse foco aconteça e as chances de captura são muito menores. Afinal, como é possível capturar o que não se pode ver?

Bem, mas além dessas vantagens defensivas, o fato de um peixe fazer parte de um cardume ajuda também a encontrar o parceiro ideal para reprodução e a localizar mais alimento com melhor qualidade.

raja-cardume-600x400

cardume


Cardumes-10

Peixes formam cardumes para se defender dos predadores!

FONTE


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.