Por que pintinhos e patinhos nascem amarelos?


“Olá, estou adorando o Blog e gostaria de tirar uma dúvida que sempre me deixou intrigada: por que os pintinhos e os patinhos são amarelos e depois que crescem mudam de cor?” Priscilla.

Pri, é uma questão de hereditariedade. Hoje em dia, a maioria das aves comerciais (frangos de corte) possuem a coloração branca que fazem postura de ovos também brancos, são esses que vimos sempre por aí. Essas aves ao nascer possuem a cor amarela e como são muito comuns, existe um imaginário popular em que os pintinhos são sempre amarelinhos. A mudança na penugem fica mais fácil se compararmos aos bebês, que nascem com a pele rosada e macia e mais tarde assumem a cor branca e uma textura de pele diferente.

Na verdade, nem todo pintinho e patinho é amarelo. O que determina a penugem que recobre o corpo dos pintinhos é a raça ou da linhagem da ave. Vocês já viram ovos marrons (avermelhados) no mercado? Os filhotes vindos daquela linhagem nascem com uma coloração creme avermelhada e na idade adulta, essas aves terão plumagem vermelha. Em fazendas, onde se cultivam a galinha caipira é possível ver pintinhos pretos, acinzentados e multicoloridos.

A mesma explicação se aplica aos patos. Nascem amarelinhos aqueles patos nos quais os pais possuem penas brancas. E quem nunca ouviu falar do “patinho feio” que era cinza e não amarelinho como os outros e quando cresceu desenvolveu uma penugem diferente herdada dos pais que eram cisnes?

42

sometimes-its-ok-to-be-different

Patinhos pretos discriminando o patinho amarelo… rsss..

3638955502

Várias linhagens de pintinhos: amarelos, avermelhados, pretos!

0,,21497788-FMM,00


Uma crueldade. NUNCA comprem pintinhos coloridos.. É  a maior maldade com os bichinhos que são apenas filhotes!

———————————————

FONTE


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.