Animais

Trilobitas: animais incríveis que não existem mais!

“… e outro dia pesquisando na internet achei mais imagens desse Trilobita. Que bicho é esse? Onde é encontrado?” Suzana Aparecida, estudante




Pois é, Suzana. Aposto que muita gente nunca ouviu falar dos trilobitas, mas isso tem uma razão. Na verdade os trilobitas não existem mais (estão totalmente extintos, infelizmente!). Esses bichinhos estranhos foram importantes seres da comunidade marinha até a sua extinção. Mas ainda bem que temos os fósseis para nos ensinar um pouco sobre animais que um dia habitaram nosso planeta!

Os trilobitas foram artrópodes que viveram a pelo menos 550 milhões de anos atrás, são seres pré-históricos que foram restritos e característicos dos mares do Paleozóico, conhecidos apenas do registo fóssil. Incluem quase 4 mil espécies conhecidas apenas do registro fóssil. Eles possuíam um exoesqueleto de natureza quitinosa, impregnado de carbonato de cálcio.

Seu nome (trilobita) é devido a presença de três lobos que podem ser visualizados (na maior parte dos casos) em sua região dorsal (um central e dois laterais). Por causa dos seu esqueleto duro, sua grande abundância e ampla distribuição, os trilobitas deixaram um registro fóssil muito abundante, e mais se conhece sobre eles do que de qualquer outra grupo de espécies extinto.

Os trilobitas eram, em sua maioria, animais marinhos bentônicos (viviam junto do fundo) em zonas pouco profundas, perto da costa, contudo, havia também formas planctônicas (se alimentavam de matéria em suspensão, crustáceos menores). De acordo com registros fósseis apresentavam variações na forma do corpo, indicava que havia uma certas diversidade nos hábitos de vida dos trilobitas, que podiam ser escavadores, rastejadores e nadadores. O maior trilobia encontrado até hoje possuía cerca de um metro de comprimento.



Gerospina-schachti-L

Trilobita da espécie Gerospina schachti

Greenops-boothi-1024



Trilobita da espécie Greenops boothi

MT313C

Trilobita da espécie Crotalocephalina (Crotalocephalus) gibbus

20090201113434_trilobites-fossils-alnif-morocco

Eles são encontrados assim, dentro de rochas e muito bem preservados!

———————————————–

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


9 comentários

9 Comments

  1. thomston

    em

    karllinha o que contribuiu para a extinção dos trilobitas ? xD

  2. Maísa

    em

    🙂 karlla, eu adorei esse comentário sobre os trilobitas, estou cursando o 4º período de ciências biológicas na UFPI, nesse módulo estou estudando morfologia do invertebrados e esse comentário me ajudou bastante bjos!! parabéns! :kiss:

  3. iskander

    em

    é um Kabuto!

  4. AC/DC

    em

    Muito legal!Onde a gente encontra esses fósseis no Brasil?? 🙂

    • Débora (>'_' )>

      em

      Pode encontrar no Museu de história natural em Taubaté

  5. Vanuza

    em

    Parabéns pelo site! Sou professora do CAP-UNESC e muitas informações que eu e meus alunos precisamos encontramos aqui.Sempre que estudamos a Teoria da Evolução surge a curiosidade sobre os trilobitas e vocês escreveram de uma forma bem objetiva e de fácil acesso às crianças curiosas.

  6. Ana Carmen

    em

    Olá,
    só pra enriquecer segue um vídeo que mostra um Trilobita vivo em nossos dias.

  7. gabrielly

    em

    Muito obrigado precisava fazer um trabalho e sua informaçãoo foii muito util

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo