Inacreditável: Uma árvore cresceu no pulmão de um homem!


Lembra quando sua mãe dizia pra você não engolir o caroço da maçã que uma nasceria uma dentro da sua barriga? Hoje você acha que isso era lenda, né? Eu também achava… Mas parece que não. Um site russo deu a notícia de que um homem tinha crescendo, dentro do pulmão, uma árvore de 5 centímetros.

O paciente chegou ao hospital com dores fortes no peito e tossindo sangue. Depois de ser examinado, os médicos acharam que ele estivesse com câncer e, quando foram fazer a biópsia, encontraram os galhos verdes espetando o órgão. Segundo o site, os médicos acham difícil que o paciente tenha engolido o objeto inteiro. Para eles, é mais provável que a mini-árvore tenha crescido lá dentro.

O caso vai ser estudado para entender se existe mesmo a possibilidade de uma planta se desenvolver dentro do corpo humano. Para os médicos, se isso realmente aconteceu, a semente foi aspirada e não engolida. Um vegetal precisa de luz pra fotossíntese, que consiste basicamente uma reação de gás carbônico com água pra formação da glicose. O sangue humano tem glicose, então é possível que a planta tenha conseguido se desenvolver usando a glicose do homem. Para eles, na medicina, nada nunca é impossível.

Os biólogos estão irredutíveis, para eles é impossível que uma planta se desenvolva dentro do organismo humano. As condições para que isso aconteça não poderiam ser explicadas.

33fchzp

2i78ytc

————————————–


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.