Alimentação

Dieta vegan pode causar graves problemas de saúde a longo prazo, se não feita corretamente

Na alimentação vegana, o objetivo é não consumir produtos de origem animal: carne, peixe, lacticínios, ovos, mel e outros ingredientes de origem animal. De acordo com os seguidores do veganismo, adotar uma dieta vegan não é uma questão de saúde, mas sim o mínimo que se pode e deve fazer para respeitar os outros animais. Segundo matéria publicada na BBC, o número de pessoas que seguem a dieta aumentou 350% na última década.

No entanto, mesmo que os adeptos “jurem de pé junto” que a dieta vegan traz uma série de benefícios para a saúde, nutricionistas alertam para possíveis problemas causados pela falta de proteínas, vitaminas e nutrientes de origem animal e que são essenciais para o funcionamento do nosso corpo. “O desenvolvimento do nosso cérebro e da nossa capacidade cognitiva se deu graças ao consumo de carne” disse a arqueóloga Claudia Pires durante o curso de “Arqueologia da Dieta”.


Segundo o nutricionista Jesús Román, presidente da Sociedade Espanhola de Nutrição, eliminar um grupo de alimentos de forma radical é bastante nocivo. No caso de dieta vegan é ainda mais complicado, uma vez que muitos nutrientes de origem animal são difíceis de obter nas verduras, legumes e frutas. Um bom exemplo é a vitamina B-12 que só pode ser encontrada em produtos de origem animal. Sem ela, há um prejuízo, a longo prazo, no desenvolvimento de glóbulos vermelhos saudáveis e, portanto, pode contribuir para um quadro anêmico.

Román ainda explicou em entrevista à BBC Mundo, que as proteínas, presentes em grande quantidade em produtos de origem animal, ajudam a construir e manter os músculos, os órgãos, a pele e os ossos saudáveis. A proteína é de fato indispensável para o organismo do ser humano. Para obter proteína de qualidade em uma dieta vegan, é preciso misturar diferentes alimentos, cereais com legumes por exemplo.

VeganFoodPyramid-Poster-1024x461

Os alimentos de origem animal, possuem uma concentração muito superior de Ferro, cálcio e ômega-3. O ferro é vital para a energia e para o correto funcionamento dos glóbulos vermelhos. Já o cálcio é importante para manter os ossos e dentes fortes e o ômega-3 ajuda a promover o tecido saudável, o desenvolvimento cerebral e a saúde cardiovascular.

Assim, ao se tornar um vegano verdadeiro é preciso tomar alguns cuidados para manter a ingestão recomendada destes nutrientes. Outra recomendação dos nutricionistas realizar exames periódicos de sangue para determinar se há carência de algum nutriente em especial.

Polêmica

Estes textos envolvendo nutrição e veganismo, costumam causar bastante polêmica. Desta vez, o texto acima, que é apenas uma divulgação e não a opinião pessoal do Diário de Biologia e Equipe, teve uma réplica, muito bem escrita com o título “Diário de Biologia: volte a falar de bichinhos, deixe nutrição e saúde com quem entende.” .

Quem tiver interesse fique à vontade para visitar.

Fonte :bbc/
  mudaomundomovenoticias/  zap.aeiou 
 Imagens: Reprodução/aetherforce/

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo