Animais

Vacina contra dengue será testada em voluntários

A vacina contra a dengue, desenvolvida pelo Instituto Butantan, começará a ser testada em 17 mil voluntários, em 12 Estados do Brasil, na terceira fase de testes. O recrutamento para os testes começará nos próximos dias e ainda não há previsão de prazo para a liberação da vacina para a população em geral.

Entre os voluntários recrutados, um terço receberá placebo e outros dois terços serão tratados com uma dose única da vacina. O estudo será realizado em diferentes regiões do país para que a vacina seja testada em áreas onde existem os quatro tipos de vírus da dengue conhecidos. Os voluntários testados serão acompanhados por cinco anos, mas se os resultados forem favoráveis antes desse prazo, a vacina poderá ser liberada.


Mas atenção! De acordo com Jorge Kalil, presidente do Instituto Butantan, a vacina que será testada contra a dengue não age contra o vírus da zika, responsável pelo surto de microcefalia que atinge o Brasil.

syringe1

Geraldo Alckmin, governador do Estado de São Paulo declarou que essa fase de testes deve custar em torno de R$ 270 milhões. De agora em diante, o governo marcará reuniões com empresas interessadas em fabricar a vacina, depois que ela for aprovada.

Desde o início dos testes até agora, duas fases do estudo já foram finalizadas com sucesso. A fase 3, essa que começa agora, avalia a eficiência da vacina contra os quatro sorotipos diferentes do vírus da dengue. Há previsão de que uma fábrica para a produção da vacina seja construída enquanto esses últimos testes são realizados.

O Instituto Butantan já havia feito o requerimento para a liberação da última fase de pesquisas da vacina contra a dengue há oito meses. Em  abril de 2015, em plena epidemia de dengue, essa  solicitação foi encaminhada para a Anvisa, que respondeu o pedido apenas agora no fim do ano.

Fonte: noticias.uol  Imagens: franquiamericana/sintomasdengue

Comentários

Novidades

Topo