Sua saúde

Pesquisadores finalmente revelam uma importante utilidade do apêndice

Pesquisadores finalmente revelam uma importante utilidade do apêndice
5 (100%) 1 vote

O apêndice faz parte do nosso sistema digestivo e está localizado logo no início do intestino grosso. É uma estrutura tubular sem saída que mede de 5 a 10 cm de comprimento de mais ou menos 1 cm de largura.  A explicação tradicional é que se trata de uma redundância que a evolução esqueceu dentro de nós.

Há muito tempo, o que se sabe sobre o apêndice é que ele é uma estrutura sem nenhuma função, que só serve para aglomerar sujeira do intestino e causar infecções, originando a apendicite, uma infecção que pode levar a morte. Esta teoria vem sendo defendida há muito tempo baseada nas evidências de estudos de anatomia comparada em primatas, na qual o apêndice foi considerado por muito tempo como uma estrutura vestigial, isto é, uma estrutura que, ao longo da evolução, perdeu completamente sua função original. Mas hoje em dia, estudos tentam comprovar que não é bem assim.

Em uma nova pesquisa, microbiologistas australianos e franceses chegaram a conclusão de que o órgão tem fundamental importância em povoar nosso sistema digestivo com bactérias que auxiliam nosso sistema imunológico que nos defendem de infecções. Os heróis do momento são as células denominadas linfócitos inatos, que existem em abundância no apêndice. 




Elas são fundamentais no sistema imunológico, defendendo o órgão caso ocorra um ataque de origem bacteriana, vigiando e cuidando da defesa contra microrganismos que possam invadir. “O que nós encontramos é que os linfócitos inatos podem ajudar o apêndice a propagar as bactérias ‘boas’ no microbioma – o grupo de bactérias no corpo“, disse Gabrielle Belz, do Instituto Walter + Eliza Hall de Pesquisa Médica, de Melbourne.

apendice-(1)

Pelo que os pesquisadores dizem, as bactérias vivem no apêndice sem serem perturbadas, até que sejam necessárias nos locais onde ocorrem os processos de digestão. O apêndice possui um fundo cego e uma abertura estreita, impedindo assim o influxo dos conteúdos intestinais.



Pelo que os pesquisadores dizem, as bactérias vivem no apêndice sem serem perturbadas, até que sejam necessárias nos locais onde ocorrem os processos de digestão. O apêndice possui um fundo cego e uma abertura estreita, impedindo assim o influxo dos conteúdos intestinais. Acredita-se que as células do sistema imunológico encontradas no apêndice estão lá para proteger, e não para atacar, as bactérias benéficas. Assim, quando ocorre perda do conteúdo intestinal, as bactérias benéficas escondidas no apêndice emergem e repovoam a camada de biofilme do intestino, antes que bactérias maléficas se instalem.

O tão comentado apêndice serviria então, como uma espécie de viveiro de bactérias, que são providas para todo o sistema digestivo. Um apêndice saudável, pode poupar pessoas de tomar medidas extremas, como a de ter que fazer transplante fecal, por exemplo.

Fontes: wehi/super.abril



17 comentários

17 Comments

  1. Monique Lima

    em

    Nossa! E ele é tão injustiçado, coitado!

  2. Andre

    em

    como e magnifica a natureza k Deus fez =D

    ate o apendice tem utilidade aquando da imunoglobulina

  3. Rutty

    em

    Que legal… Eu fiz uma cirurgia pra tirar o apêndice. Dizem que essa “doença” é rara. Fiz a cirurgia com 9 anos, hoje tenho 19. E apenas esse ano conheci uma menina que também operou! rsrs

    bjãoo

  4. Gabriela

    em

    Eu também já operei de apendicite, com 12 anos, sendo que hoje tenho 21. Acreditem, a dor é HORRÍVEL! Eu já era marmanja e meu pai tinha que me carregar no colo pq eu não conseguia nem ficar em pé de tanta dor que sentia. Bjooo =)

  5. Paulo Ventura

    em

    Uma pergunta: Porque e qual motivo o apêndice, popularmente falado ” SATURA “, ou inflama e nesse estágio é retido via cirurgia?

  6. Renan

    em

    Rutty, isso é bem mais comum do que vc imagina…. eu devo conhecer umas 10 q operaram… geralmente é algum resíduo q fica alojada ali e inflama, ou bacteria mesmo…

    Em fim, isso não é raro não…

  7. luiza

    em

    por que qnd estamos com apendicites e fazemos exame de sangue, nossos linfocitos estão em alta? obrigada! beijos!

  8. Eduardo Albuquerque

    em

    NO início do segundo parágrafo, “a muito tempo”; o correto seria há muito tempo.
    de novo no mesmo paragrafo: “Esta teoria vem sendo defendida a muito tempo” =>há muit tempo.

  9. So serviu pra me tirar dos campeonato de futebol, pq dpois da cirurgia vc fica 3meses.. sem fazer ex. físico!

    Ta quase acabando… falta 23 dias!

    Muito bom seu blog!!

    att.
    Frederico Nery
    http://www.ocurral.com
    Unindo coisas úteis e inúteis!

  10. Eu

    em

    putz, eu tive q operar tbm, essa porcaria só serve pra dar dor, pior é ter q ficar num hospital público depois da operação >:(

  11. Adorei seu blog e add no meu.
    Quis saber mais sobre o apêndice quando meu filho operou o intestino por conta de uma hérnia encarcerada e o médico disse: “Ele tirou grande parte do intestino e uma coisa é certo, ele nunca terá apendicite”.

    Adorei mesmo o site.
    Prestei vestibular para biologia e começo a faculdade neste semestre. Tudo aqui no site muito me interessa.

  12. Carlos

    em

    ola pessoal,
    tenho uma dúvida em relação ao apêndice. é possível retira-lo quando se quiser ou é necessário estar inflamado para se fazer a operação?

    abraço

  13. Filipe Weiss

    em

    Posso responder? =D

    1. A apendicite não é, de forma alguma, uma condição rara. Atinge muito crianças/adultos jovens, sendo prevalente em todas as etnias, sexos, etc.
    2. O que você chama de “saturar”, na verdade é a SUPURAÇÃO do apêndice. Trata-se de um estágio mais avançado da apendicite, na qual o conteúdo fecal ou purulento começa a transudar (suar) pela parece do apêndice, antes que ele perfure para a cavidade peritoneal. O ideal é operar antes da supuração e da perfuração.
    3. A principal causa de apendicite é hipetrofia dos folículos linfoides presentes nele. A segunda causa é o encarceramente de material digestivo.
    4. Normalmente o que está alto na apendicite são os leucócitos (leucocitose), que traduz um quadro inflamatório infeccioso, visto que os leucócitos são nossas células de defesa (glóbulos brancos). Aumento no número de linfócitos (que são um tipo de leucócito) costuma indicar infecção de natureza viral.
    5. Não se pode retirar o apêndice quando quiser, uma vez que é um procedimento cirúrgico e, portanto, cursa com riscos. É pouco provável que aconteça, mas você poderia morrer na sua tentativa de tirar seu apêndice saudável (principalmente por complicações decorrentes do ato cirúrgico). O ideal é que se opere rapidamente logo no início do quadro. A clínica é a seguinte: a dor, que é intensa, se inicia no epigástrio (boca do estômago) e migra para a fossa ilíaca direita, que é a posição anatômica mais comum do apêndice vermiforme (em alguns casos ele pode estar até do lado esquerdo). A isso se associa anorexia (perda do apetite), parada da eliminação de gases e fezes e febre, principalmente. Caso você se depare com essa sintomatologia, procure um serviço de urgência imediatamente e saiba que o diagnóstico da apendicite é eminentemente CLÍNICO! Fazer tomografia, radiografia, etc só costuma ser útil quando se quer eliminar alguma doença de natureza ginecológica, no caso de mulher em idade fértil. Na maioria das vezes, a clínica é suficiente para colocar o paciente na sala e abrir a barriga. =D

  14. Paulo

    em

    alguem sabe como faz para ficar com apendicite? :bandit:

  15. Fernanda

    em

    Gostaria de saber se alguém sabe como diagnosticamos de ainda temos o apêndice, fui operada, retiraram uma trompa, um medico disse que retiraram o meu apendice, o outro diz que nao, to confusa, preciso saber, no hospital nao acharam nenhum laudo, o que faco?

  16. Da

    em

    A dor é relativo, tive apendicite, qnd cheguei ao hospital meu apêndice já havia supurado. No entanto, não tive febre, não tive dor, enjoos, ou falta de apetite, muito pelo contrario, dirigi o dia todo, comi um mega hambúrguer de picanha e o que sentia era apenas um pequeno desconforto ao me sentar, pequeno mesmo, só fui ao médico pq teria que viajar naquela noite para uma cidade pequena, que não tem hospital e achei melhor dar um pulinho no médico antes para saber se estava tudo ok. Coisa de anjo da guarda!!! Minha situação foi tão anormal, que diferente das atuais cirurgias tive um corte enorme na barriga, com direito a 7 pontos!!! Então vale tbm seguir seu sexto sentido!!!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo