Será que nós humanos podemos beber leite de qualquer animal? Descubra isso agora!

“Queria muito saber se o ser humano pode beber leite de qualquer animal sem ter problemas. Por exemplo, leite de elefante, de cachorra, de ursa, etc…” (Sérgio Lívio)

Boa pergunta Sérgio, mas a resposta para ela não é tão simples assim, pois envolve alguns fatores relativos à composição do leite de cada mamífero. Sabemos que os animais mamíferos recebem esse nome porque compartilham uma característica própria: possuem glândulas mamárias que posteriormente secretarão um líquido esbranquiçado com nutrientes, chamado de leite que servirá de alimento para os filhotes no início da vida. Assim, os mamíferos, incluindo o ser humano, precisam receber essa primeira alimentação secretada pelas fêmeas para crescerem e se desenvolverem e tornarem-se fortes e saudáveis.

Cada espécie de mamífero secreta seu próprio leite com suas características específicas, composição e quantidade de nutrientes necessários para o desenvolvimento do filhote nos primeiros dias de vida. Os componentes básicos do leite dos mamíferos incluem: água (principal substância), glicídeos (basicamente a lactose), gordura, proteínas, minerais e vitaminas. Esses componentes formam o leite e suas quantidades variam para cada espécie, e dependem de vários fatores como, período de gestação, alimentação, raça (no caso de vacas e ovelhas) e estágio de lactação, entre outros. Então, o ser humano pode beber o leite de qualquer animal sem ter problemas? Sim! O leite de todos os mamíferos é praticamente idêntico (na composição) e podem ser ingeridos sem nenhuma complicação a principio, mas podemos destacar alguns detalhes que podem influenciar na ingestão de leite de outros mamíferos.

Algumas pessoas são totalmente alérgicas a alguns componentes do leite ou possuem certa intolerância, geralmente relacionada à lactose e por isso o leite de outros animais afetará drasticamente a saúde dessas pessoas, sem falar que no leite de cada mamífero há uma variação na quantidade desses componentes, por exemplo: os mamíferos aquáticos possuem altas quantidades de gordura no seu leite, ou seja, seria terrível para aqueles que possuem restrição de calorias, outras espécies como o urso e o canguru, apresentam no leite pouca lactose, já seria ideal para quem tem intolerância, mas não como fonte de energia. Por isso que a ingestão do leite desses animais não é recomendada e nem vantajoso para que se realize a produção comercial, já que as vacas são os principais animais com alta capacidade de produção de leite e o mais difundido pelo mundo para comercialização.

o-IS-MILK-BAD-FOR-YOU-facebook

Portanto, não existe nenhuma restrição a ingestão do leite de qualquer mamífero, como o cão, gato, coelho, elefante, urso, baleia… O que vai determinar o seu potencial em fazer mal será a quantidade variável dos componentes presentes no leite e nas propriedades que ele poderá causar nessa pessoa caso possua alguma restrição como alergias, intolerâncias, problemas de saúde preexistente ou doenças alimentícias restritivas, entre outras coisas que impeçam o consumo desses nutrientes.

Todavia, é bom destacar que mesmo não fazendo nenhum “mal aparente” em beber o leite destes outros animais, não é recomendável tentar verificar isso na prática, pois quando não se sabe a procedência do animal, sua origem, sua alimentação e se possui alguma doença, o seu leite pode está comprometido, contaminado ou infectado e cheio de micro-organismos patológicos que podem causar sérios riscos à vida!

ZcfliaW

Fontes: mundoestranhominhavida/  Artigos: Akers RM (1990). Lactation physiology: a ruminant animal perspective. Fredeen AH (1996). Considerations in the milk nutricional modification of milk composition.  Imagens: okokhuffingtonpost/ imgur