Animais

Por que as pessoas acreditam que gatos pretos trazem má sorte?

” Eu amo gatos pretos. Tenho dois. Queria saber porque as pessoas dizem que os gatos pretos são sinal de mau agouro.” (Eduarda)

Eduarda, todas as pessoas que gatos tem esses animais incríveis em casa como companheiro sabem que isso é pura superstição, nenhum gato traz má sorte e os egípcios sabiam muito bem disso. Eles acreditavam que os gatos era sinal de boa sorte, fertilidade e proteção. Esses animais eram sempre bem-vindos na moradia dos Faraós e não era raro a representação deles nas paredes das tumbas. A deusa egípcia Bastet era representada na forma de uma gata. Eles eram adorados e caso alguém os matasse, mesmo que por acidente, era considerado um criminoso. Na Pérsia os gatos também eram venerados, para os persas quem matasse um gato estaria matando um espirito amigo que foi criado para acompanhar o homem na sua estadia aqui na Terra.

Isso tudo mudou na idade média quando a igreja católica assumiu o “poder” e controle de grande parte da Europa e outros lugares. O Cristianismo extinguiu os deuses pagãos, muitos deles representados por gatos. Nessa época gatos era vistos como animais do diabos, malévolos que se associavam as bruxas para fazer maldades aos cristãos. Os gatos representava a morte e o mal, eram considerados animais traiçoeiros companheiro das bruxas que se transformavam em gatos para causar doenças. Tudo piorou para os pobres gatinhos quando o Papa Gregório IX, no século XIII, deu a sua benção para a tortura e morte desses animais, sobretudo o preto, que poderia ser salvos apenas se tivesse alguma manchinha branca. A consequência dessa perseguição sem fundamento foi o aumento de número de morte por peste negra, transmitida pelos ratos.

gato-preto-(1)

 Assim como as bruxas, os gatos eram queimados vivos e sofriam diversas maldade cometidas por humanos que acreditavam cegamente em seus líderes religiosos sem questionar ou pensar. Contudo o cenário começou a mudar nas Cruzadas, realizadas para propagar o cristianismo, gatos eram bem vindo porque caçavam os ratos que comiam a comida da tripulação. Posteriormente, as pessoas começaram a ver o gato com mais respeito e como animais limpos, já que eles tem o habito de se limparem, por isso eles começaram a serem aceitos em armazéns e outros estabelecimentos que poderia ter pragas. Mas a sorte dos gatinhos mudou drasticamente na época em que a rainha Vitoria da Inglaterra se interessou por gatos quando foram reveladas as descobertas que os Egípcios os adoravam. A rainha adotou dois gatos e desde então ter gatos virou algo chique e bom, sendo incentivado até mesmo por uma revista famosa nos Estados Unidos. Os gregos também viam os gatos com bons olhos, eles acreditavam na lenda de que o bebê Jesus foi protegido de cobras e ratos por gatos.

No Brasil ainda hoje algumas pessoas associam gatos com má sorte. Entretanto, isso não passa de crendices antigas com raízes na religião. Assim como sabemos atualmente que a existência das “bruxas”, pregadas por líderes religiosos, não era nada além de superstição pode-se dizer que o mau agouro que o gato preto traz não passa de preconceito. Pessoas que propagam esse tipo de informação incorreta são desinformadas, gatos são animais que merecem respeito como qualquer outro.

GATO_P-1

Fonte: mundodosanimais/ancient  Imagens: ultradownloads/diario/ portal

 

Comentários

Novidades

Topo