Animais

Adorável: você irá amar este pequeno polvo

Adorável: você irá amar este pequeno polvo
Esse texto foi útil para você?

Essa simpática criaturinha que lembra aquele fantasma do jogo Pac-Man é uma espécie de polvo recém descoberta. Com cerca de 18 centímetros e de cor rosada e alaranjada, esse pequeno molusco marinho poderá receber o nome científico de Opisthoteuthis adorabilis.

A pesquisadora Stephanie Bush, do Instituto de Pesquisa do Aquário da Baía de Monterey, já estuda o bicho há um ano e irá publicar um artigo científico descrevendo a espécie e apresentando seu nome científico. Pouco se sabe sobre o animal, que vive em águas frias e profundas, se alimentando de pequenos crustáceos e vermes. Quem quiser tentar observá-lo na vida selvagem terá que mergulhar no oceano Pacífico, entre 200 e 600 metros de profundidade, onde a temperatura é de aproximadamente 6ºC.


Até agora foram estudados 12 indivíduos, todos fêmeas. A pesquisadora está tentando incubar alguns ovos em seu laboratório. Mas eles podem levar entre dois e três anos para eclodir, já que se desenvolvem lentamente devido à baixa temperatura em que esses cefalópodes evoluíram.

O Opisthoteuthis adorabilis pertence a um grupo de polvos conhecidos popularmente como “polvo flapjack” é semelhante ao “polvo dumbo”, o qual inspirou o personagem Pearl, do filme “Procurando o Nemo”.

Com cerca de 18 centímetros e de cor rosada e alaranjada, esse pequeno molusco marinho poderá receber o nome científico de Opisthoteuthis adorabilis. Foto: Reprodução/cdn

Com cerca de 18 centímetros e de cor rosada e alaranjada, esse pequeno molusco marinho poderá receber o nome científico de Opisthoteuthis adorabilis. Foto: Reprodução/cdn

Essa simpática criaturinha que lembra aquele fantasma do jogo Pac-Man é uma espécie de polvo recém descoberta.  Foto: Reprodução/365uway

Essa simpática criaturinha que lembra aquele fantasma do jogo Pac-Man é uma espécie de polvo recém descoberta. Foto: Reprodução/365uway

dBFpAU6

A pesquisadora Stephanie Bush, do Instituto de Pesquisa do Aquário da Baía de Monterey, já estuda o bicho há um ano e irá publicar um artigo científico descrevendo a espécie e apresentando seu nome científico. Foto: Reprodução/news

Pouco se sabe sobre o animal, que vive em águas frias e profundas, se alimentando de pequenos crustáceos e vermes. Quem quiser tentar observá-lo na vida selvagem terá que mergulhar no oceano Pacífico, entre 200 e 600 metros de profundidade, onde a temperatura é de aproximadamente 6ºC. Foto: Reprodução/G+

Pouco se sabe sobre o animal, que vive em águas frias e profundas, se alimentando de pequenos crustáceos e vermes. Quem quiser tentar observá-lo na vida selvagem terá que mergulhar no oceano Pacífico, entre 200 e 600 metros de profundidade, onde a temperatura é de aproximadamente 6ºC. Foto: Reprodução/G+

 

Fontes: dailymail e redetv

Novidades

Topo