Curiosidades

Ter os dentes separados faz mal?

“Minha dentista disse que preciso corrigir meus dentes separados. Tem algum problema, acho tão charmoso.” (Carla Pereira)

Carla, na odontologia esse problema se chama diastema. Algumas pessoas acham realmente charmoso, já outros, um problema estético. Mas respondendo sua pergunta, a resposta é: depende. Mas Por que depende? Caso o diastema ocorra nos dois dentes da frente – desde que não seja acentuado- geralmente não há problemas para a saúde. Mas caso ocorra nos dentes posteriores, que têm a função de mastigação, o problema deixa de ser estético e passa a ser perigoso para a saúde da boca. Porque o excesso de espaço entre os dentes pode acumular restos alimentares, que pode levar à uma inflamação da gengiva, e esta, caso persista por muito tempo, pode levar à perda óssea ao redor do dente.


Chamamos de diastema todo e qualquer espaço existente entre os dentes, geralmente centrais superiores que, em casos relevantes, pode interferir na dicção. Porém, existem diastemas centrais, laterais e posteriores. Os diastemas centrais ocorrem entre os dois incisivos centrais (dentes anteriores) e assim por diante.

Os diastemas podem ser fisiológicos ou patológicos. Quando fisiológicos são aqueles que fazem parte do desenvolvimento normal da dentição e da oclusão. Por exemplo, nas crianças quando ocorre a queda do dente de leite para abrir espaço para os dentes permanentes. Já os de causas patológicas, podem ser por inúmeros fatores como hereditariedade, ausência e/ou tamanho reduzido do incisivo lateral superior, retenção prolongada de dentes de leite e mal hábitos como chupar dedo, mamadeira, chupeta, pois esses, exercem pressão e muitas vezes, exagerada. O tratamento varia um pouco mas quem vai decidir isso, será o dentista a partir do momento que for determinado a razão do diastema.

Madonna tem diastema que já virou marca registrada. ela nunca quis corrigir o problema. Foto: cajuinaefrevo

Madonna tem diastema que já virou marca registrada. ela nunca quis corrigir o problema. Foto: cajuinaefrevo

Uma dúvida que sempre aparece ao realizar esses procedimentos. Após o tratamento, os dentes podem voltar a se separar? Sim, podem voltar. Pois os tratamentos dos diastemas são individualizados, o dentista precisa ter total domínio da técnica utilizada e o conhecimento dos fatores causadores. Quando realizado o procedimento, a contenção ou estabilização deve ser mantida até que os tecidos voltem a seu estado normal. Porém, caso os fatores que levaram a diastema não sejam eliminados por completo, ele pode voltar ao estado de origem.

Existem culturas pelo mundo que admiravam ou adoravam pessoas com diastema. Por exemplo: Na Idade Média, mulheres com essa característica, eram consideradas cheias de luxúria e insaciáveis. Já na França, é chamado de dents du bonheur ou dente da sorte. Aqui no Brasil, não possui essa mesma cultura, pois a ideia de sorriso perfeito corresponde a um sorriso branco, no qual os dentes se encontram perfeitamente alinhados.

jessica-hart

Na Idade Média, mulheres com essa característica, eram consideradas cheias de luxúria e insaciáveis. Foto: cajuinaefrevo

 

Fontes: colgatebrasilmedicina e terra

Este texto é de autoria do Biólogo Paulo Alex


Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Novidades

Topo