Curiosidades

Por que respiramos fundo quando estamos tristes?

Por que respiramos fundo quando estamos tristes?
Esse texto foi útil para você?

“Há algum tempo quando estava triste uma dúvida me veio a cabeça: Por que respiramos fundo quando estamos tristes? Gostaria muito que respondesse isso. Acompanho sempre o Diário de Biologia.” Hozana Rodrigues

Hozana, é verdade, quando estamos chateados, tristes nosso corpo responde com respiração profunda. A verdade é que o nosso ritmo respiratório se altera de acordo com nosso estado emocional. Quando temos pensamentos tristes ou nos sentindo desanimados, nossa postura tende a alterar, os ombros ficam jogados para frente, arqueados e isso comprime o diafragma. A respiração fica curta e superficial, pois nossa postura arqueada estará comprimindo seus pulmões. Mantendo esse estado emocional e consequentemente essa postura, o cérebro será pouco oxigenado. Nessa situação, todo o oxigênio que necessitamos e o estado mental tenderão a ficar preso numa roda de pensamentos tristes.


Com o objetivo de recompor a oxigenação do cérebro, a primeira coisa que nosso organismo pede é respirar. Então, instintivamente respiramos fundo, endireitamos os ombros e nosso cérebro agora mais oxigenado começa a reagir positivamente, assim como todo nosso corpo, que se renova com o ar!

Da mesma forma, quando estamos irritados, a respiração também será curta, a postura tensa fará com que os músculos estejam contraídos e nossos pulmões pressionados, sem espaço para expandir. Assim, não estaremos recebendo em nosso cérebro e corpo, se respiramos fundo, nosso organismo se recompõe e a tendência é que o cérebro reaja e se acalme.

FONTE: Instituto Ráshuah


Comentários

Novidades

Topo