Curiosidades

Por que as mulheres não tem barba?



“Tenho uma boa questão para vocês: Por que as mulheres não possuem barba? Sempre foi uma dúvida! E as mulheres que tinha no circo antigamente… que eram barbudas?” Jeanne V. Pereira

Muito boa questão Jeanne. Deixando de lado, por enquanto, as mulheres barbadas dos circos. A culpa desta diferença é dos hormônios e de nada mais. Assim que nascemos e durante toda nossa infância, tanto meninos quanto meninas possuem uma pelugem fina e rala no rosto, genitais, axila e etc. Mas com a chegada da adolescência tudo começa mudar, não é?


Hormônios chamados de androgênios, que estão presentes em ambos os sexos, estimulam os fios transparentes a ficarem mais grossos e escuros – por isso os pêlos pubianos e nas axilas começam a aparecer. Mas os homens possuem maiores quantidades de androgênios, então aparecem mais pêlos neles do que nas mulheres. Assim, uma das mudanças na adolescência é a aquisição de uma cobertura de pelos fortes que é determinada pelo gênero (masculino ou feminino).

Na maioria das mulheres adultas o cabelo facial não desenvolve, pois as glândulas femininas produzem hormônios para impedir esse crescimento. Mas naturalmente, os hormônios femininos nem sempre inibem o crescimento do facial ou de pelos no corpo. As mulheres que apresentam barba, simplesmente têm mais testosterona e androgênio no organismo. E então com o surgimento de alguns pelos indesejáveis o jeito é apelar para um tratamento cosmético com o acompanhamento de um com médico.

Os contrastes não param por aí. Enquanto os hormônios femininos estimulam o crescimento do cabelo na cabeça e retarda o crescimento de pelos na barba e no corpo, os masculinos tratam de fazer tudo ao contrário. Nos homens, os hormônios masculinos são os responsáveis pela barba, pelos no corpo e também pela perda de cabelos. Por isso temos muitos homens calvos (carecas) e muito poucas mulheres sofrem com este problema. Tudo depende da genética.

Existe uma explicação que ainda não foi bem esclarecida. Os papéis opostos dos hormônios masculinos e femininos na estimulação do crescimento do cabelo, pode ser porque nos tempos dos homens das cavernas, a barba do homem era muito importante para sua segurança, pois era visível a distância, e ele poderia facilmente ser distinguido do sexo feminino. Assim como o leão, esta “juba” impõe respeito. Apesar da testosterona e do androgênio estimular o crescimento dos pelos é a genética que controla a quantidade de barba que cada rapaz vai ter.

O crescimento excessivo de pelos na mulher, em áreas anatômicas características de distribuição masculina é chamado de hinsurtismo. Mas isso é assunto para outro post!

Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.