O ciclo de vida impressionante da libélula!

“Certa vez vi num canal de TV o ciclo de reprodução da libélula, foi um vídeo muito interessante e lindo! Mostrou que os ovos são colocado na água durante um tempo e… Poxa! como eu queria ver todo esse processo ou pelo menos lê como tudo ocorre novamente.. “Greice Santana

 

Greice, uma libélula pode viver até quatro anos, porém o tempo de vida adulto é muito curto. Existem três fases do ciclo de vida libélula, o ovo, a ninfa e o adulto. A maior parte do ciclo de vida de uma libélula é vivida no estágio de ninfa e raramente podemos acompanhá-lo, a menos que você esteja nadando debaixo d’água em um lago ou lagoa, com os olhos abertos, é claro!

Depois de fecundada, a fêmea coloca os ovos na água: O macho e a fêmea de libélula geralmente copulam enquanto estão voando. Uma vez fecundada a fêmea deposita seus ovos em uma planta na água, caso não exista uma planta por ali, ela simplesmente deixa os ovos caírem na água. Tenho certeza que a maioria das pessoas já viram uma libélula encostando a “bundinha” na água. Pois, neste momento ela está depositando seus ovos.

copula-de-odonatos

Uma vez fecundada a fêmea deposita seus ovos em uma planta na água, caso não exista uma planta por ali, ela simplesmente deixa os ovos caírem na água.

A ninfa é aquática: Quando os ovos eclodem libélula, o ciclo de vida da larva começa como uma ninfa (uma libélula adolescente, feia). A ninfa se parece com uma pequena criatura alienígena (veja a foto). Elas não tem asas e vivem na água durante muito tempo passando por vários estágios de desenvolimento. Este estágio de vida pode durar quatro anos ou até mais para ser concluída. Até lá, as ninfas devoram tudo que é animalzinho que verem pela frente: larvas de peixe, girinos, larvas de mosquitos e por aí vai…

dragonfly

A ninfa se parece com uma pequena criatura alienígena.

A chegada da forma adulta: Assim que a ninfa está totalmente desenvolvida, chega o momento de sair da água para a metamorfose. Para isto, ela rasteja e escala o caule de uma planta ali perto da água. A ninfa adere seu exoesqueleto no caule por onde fica até que o adulto resolva emergir. Neste tempo ela se mantém muito quieta, não come e não se mexe.

nascimento-de-uma-liblula-srie-5-fotos-11604639

A ninfa adere seu exoesqueleto no caule por onde fica até que o adulto resolva emergir.

Saída difícil: O jovem resolve deixar aquele corpo de alienígena, ele “quebra” a casquinha e vai deixando o corpo antigo para trás. É um momento fabuloso. A pele que a ninfa deixa para trás é chamado de exúvia e não é muito difícil encontrar essa casquinha ainda preso ao caule, perto de um local de água doce.

nascimento-de-uma-liblula-srie-5-fotos-11604653

O jovem resolve deixar aquele corpo de alienígena, ele “quebra” a casquinha e vai deixando o corpo antigo para trás.

A secagem: Quando a libélula deixa a exúvia, ela ainda se mantem ali esperando que o contato com o ambiente se ocupe em secar suas asas. Logo que estão prontas, ela já sai a procura de alimento e de um companheiro. Uma vez que a libélula encontra um companheiro o ciclo recomeça. Os adultos de vivem somente cerca de dois meses.

nascimento-de-uma-liblula-srie-5-fotos-11604732

Quando a libélula deixa a exúvia, ela ainda se mantem ali esperando que o contato com o ambiente se ocupe em secar suas asas.

As libélulas são chamadas também de dragonfly, que quer dizer MOSCA DRAGÃO. Adoro esse nome!

————————————————————————————–