Curiosidades

Por que alguns medicamentos devem ser evitados em casos de suspeita de dengue?

“Sempre que passam nos meios de comunicações (radio/tv) propagandas de remédios no final eles sempre adverte que se a pessoa estiver com dengue não é melhor tomar o medicamento, por quê?” Felipe Miranda

Boa pergunta Felipe. Alguns medicamentos, principalmente a Aspirina (ácido acetilsalicílico) associada deve ser evitados se a pessoa estiver com suspeita de Dengue.

Todos nós sabemos que  o vírus da Dengue diminui a produção das plaquetas no sangue que são responsáveis pela coagulação. O ácido acetilsalicílico funciona no organismo como um anticoagulante e o seu uso durante a Dengue poderiam desencadear uma hemorragia e até levar a morte, dependendo da gravidade do caso.

As plaquetas (responsáveis pela coagulação do sangue) se agregam para tal em resposta a liberação de uma substância chamada tromboxano A2. Quando tomamos medicamentos que contém o ácido acetilsalicílico, ele inibe a produção de tromboxano A2, resultando na diminuição da tendência de agregação plaquetar. Isso faz com que funcione como um anticoagulante. Ele pode causar lesões na mucosa gástrica, atrapalhar o diagnóstico da doença e pode causar hemorragias e acidose na maioria dos casos.

Alguns dos principais remédios que não devem ser usados quando houver suspeita da dengue são: AAS, Analgesin, Aspirina, Aspirina C Efervescente, Benegrip, Bufferin, Cafiaspirina, Cibalena A, Doril, Engov, Melhoral C, Melhoral Infantil, Sinutab, entre outros.

Alguns dos principais remédios que não devem ser usados quando houver suspeita da dengue são: AAS, Analgesin, Aspirina, Aspirina C Efervescente, Benegrip, Bufferin, Cafiaspirina, Cibalena A, Doril, Engov, Melhoral C,  Melhoral Infantil, Sinutab, entre outros. Um bom substituto nesses casos seria o medicamento a base de Dipirona ou Paracetamol. Mas cuidado! É preciso ler a bula para ter certeza!

Um bom substituto nesses casos seria o medicamento a base de Dipirona ou Paracetamol. Mas cuidado! É preciso ler a bula para ter certeza!

Um bom substituto nesses casos seria o medicamento a base de Dipirona ou Paracetamol. Mas cuidado! É preciso ler a bula para ter certeza!


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


4 comentários

4 Comments

  1. Carol

    em

    Karlla, o Calcio, juntamente com o ac. acetilsalicílico, também influencia nessa anti coagulação?

    bjo 😉

  2. Lucas

    em

    Sempre quis saber o motivo disso! Valeu, Karla! Você é dez!

  3. manotroll

    em

    devia aparecer escrito se tiver dengue e tomar este remédio voce morre daria mais resultado

  4. Filipe

    em

    Carol, o Cálcio é um elemento importante na chamada “cascata de coagualação”, mas a situação hemodinâmica mediante a infecção pelo arbovírus do dengue é muito mais complexa que isso, sendo ele, portanto, fútil como auxiliar na coagulação neste caso específico. O vírus compromete o endotélio (a parte de dentro) dos vasos sangüíneos, enquanto consume os fatores de coagulação; ao mesmo tempo que é, também, trombocitopático (danifica as plaquetas). Logo, o paciente com Dengue sofre com poucas plaquetas e muita chance de sangrar. Como a Karla explicou, o AAS (incluindo qualquer droga que tenha AAS em sua composição) é um fator limitante da agregação PLAQUETÁRIA (plaquetar não existe), assim sendo, as poucas plaquetas que restam ao sujeito ainda teriam dificuldade em grudar umas nas outras pra “estancar” o sangramento.
    Por fim, não adianta repor cálcio, vitamina K, e, às vezes, nem mesmo os próprios fatores de coagulação (através da administração de plasma fresco congelado)! Por isso é importante nunca usar NENHUM medicamento que contenha ácido acetilsalicílico quando há a suspeita de dengue (ou de qualquer quadro trombocitopênico, em que há diminuição na contagem de plaquetas) e nem uma semana antes de qualquer procedimento cirúrgico. Portanto, lembre-se: se você estiver aguardando para ser submetido a qualquer cirurgia, pare de tomar ácido acetilsalicílico pelo menos UMA SEMANA antes (é o tempo necessário para que uma nova população de plaquetas, sem o efeito da droga, tome conta da circulação). Ah, e, por favor, não confundam Ácido Salicílico com Ácido Acetilsalicílico, são duas drogas diferentes, com funções distintas e usos totalmente divergentes.

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma Resposta

Topo