Como é feito o soro para picada de cobras?


Eu adoro cobras, queria ter uma aqui em casa, mas minha mãe não deixa. Eu queria saber como é fabricado o soro antiofídico? Ouvi dizer que o veneno da cobra é aplicado no cavalo. É verdade?” João Victor – Espírito Santo

É verdade sim, João. Usar o cavalo é parte do processo para obtenção do soro antiofídico. As cobras, também chamadas de serpentes ou ofídios possuem uma grande variedade de espécies venenosas. Apesar de existirem soros específicos para diferentes gêneros de cobras, um dos processos de produção seguem o mesmo padrão.

O veneno é extraído da serpente capturada previamente. Em geral, ele fica armazenado em glândulas localizadas na cabeça da serpente e são como bolsas venenosas. As sepentes possuem um dente como um pequeno furinho de por onde sai o veneno (veja a figura). Estes dentes são ligados àquelas glândulas.

Uma vez coletado, o veneno é introduzido no cavalo em doses leves incapazes de matar o animal, isso porque os equinos apresentam forte resposta imunológica e maior resistência a venenos e toxinas e seu organismo reage desenvolvendo anticorpos. Após cerca de 2 meses, o sangue do cavalo é retirado e está, obviamente, repleto de anticorpos, é dali que o soro é produzido: são retirados cerca de 15 litros de sangue (uau!!!), a parte líquida (plasma) rico em anticorpos passa por alguns processos de purificação e testes de controle de qualidade, para daí então, estar pronto para o uso em seres humanos.

extracao-veneno-cobra
Em geral, o veneno fica armazenado em glândulas localizadas na cabeça da serpente e são como bolsas venenosas.

Geralmente com o término do processo as hemácias, que formam a parte vermelha do sangue, são devolvidas ao animal para reduzir os efeitos colaterais da retirada de um volume grande de sangue. E daí, tudo fica bem com o “cavalo doador”!


O soro anti-ofídico é administrado pela via intravenosa. Ele neutraliza os efeitos tóxicos do veneno, é uma parte importante do tratamento da maioria das mordidas de cobra. Mas o tratamento ainda inclui dose de reforço da vacina antitetânica e, ocasionalmente, é necessária a administração de antibióticos.

Peeling-de-veneno-de-cobra-02
As serpentes venenosas possuem um orifício dos dentes ligados a uma bolsa de veneno!
BIO1_070
[1] o veneno é retirado [2] injetado no cavalo que produz anticorpos [3] o sangue do cavalo é retirado [4] o plasma contendo anticorpos é usado na produção do soro antiofídico.

——————————————

FONTE
FONTE


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.