Comportamento

Estudo diz que filmes de terror podem aumentar os níveis de coagulação sanguínea!





Um estudo recente mostrou que há indícios de que filmes que causam medo, susto e momentos de horror podem aumentar os níveis de coagulação no sangue. Para a realização da pesquisa um pequeno grupo de 24 voluntários com idade inferior a 30 anos foram divididos em dois grupos. O primeiro grupo assistiu a um filme de terror seguido de um documentário não assustador, enquanto o segundo grupo fez a visualização no sentido inverso dos filmes.

Ambos os filmes tiveram o mesmo tempo de duração e foram assistidos com uma semana de intervalo entre eles. Os participantes do estudo não foram informados da natureza do filme nem da hipótese que estava sendo testada, todos estavam sendo analisados de forma aleatória sem indicações ou sugestões para o medo. A metodologia utilizada na pesquisa consistia em colher amostras de sangue 15 minutos antes e depois de cada filme para tentar procurar os chamados “fatores de medo”, marcadores de coagulação do sangue, em seguida todos os participantes também foram convidados a relatar através de questionários os níveis de medo vivenciados no filme.


As amostras de sangue foram divididas em duas partes para ter mais confiabilidade nos resultados. Os pesquisadores assim descobriram que o grupo que assistiu primeiro o filme de terror estava com um pequeno aumento significativo de uma proteína de coagulação do sangue chamada de fator VIII coagulante, embora haja outras moléculas envolvidas na coagulação sanguínea. O Dr. Banne Nemeth da Leids Universitair Medisch Centrum na Holanda, disse que ao sentir medo o nosso corpo é ativado e muitas sensações e reações químicas começam a acontecer intensamente no organismo. A Adrenalina é liberada e a situação de luta ou fuga é ativada em nosso cérebro, por isso o corpo se prepara para a possível “perda de sangue” em situações assustadoras, já que o medo é sinal de que algo não está bem ou que está associado a alguma lesão.

evil

Portanto, ao assistir filmes de terror o nosso corpo apresenta uma reação como se fosse ser atacado e por isso reage de forma segura e benéfica trazendo benefícios como o aumento de fator da coagulação com o objetivo de minimizar os possíveis efeitos da “lesão” causada pelo medo ou em situações de possíveis ferimentos, ou seja, o nosso corpo se prepara para minimizar a perda de sangue e nos ajudar a fugir do perigo, incrível! O mais importante de tudo isso é que a pesquisa mostra uma relação do fator medo com uma possível associação ao fator de coagulação e com isso abre portas para novos estudos e pesquisas!

Fontes: iflscience/leiden/bmj   Imagens: guiadasemana/tricurioso
Comentários

Novidades

Topo