Curiosidades

Cientistas afirmam que quanto mais alta a pessoa é, mais risco de desenvolver câncer ela tem

Cientistas afirmam que quanto mais alta a pessoa é, mais risco de desenvolver câncer ela tem
Esse texto foi útil para você?

Muitas pessoas gostariam de ser mais altas ou fazem de tudo para conseguirem uma estatura maior, mas será que isso é realmente uma vantagem? Será que ser alto é uma característica benéfica para o ser humano?! De acordo com algumas pesquisas, cientistas afirmam que ser alto aumenta o risco de apresentar ou desenvolver algum tipo de câncer. Essa ligação entre altura e câncer já vem sendo estudada há muito tempo e sua relação mostra evidências de que pessoas mais altas apresentam maiores taxas percentuais de desenvolvimento de câncer em comparação aos demais.

Um novo estudo foi apresentado numa conferência onde começou a ser discutido freneticamente pelos pesquisadores com muitas críticas a respeito. A pesquisa foi realizada com uma amostra de mais de 5 milhões de militares adultos na Suécia, nascidos entre 1938 e 1991 e mostraram que há sim uma associação entre altura e maior risco de desenvolver o câncer, além disso realizaram um cálculo que é capaz de mostrar que o risco vai aumentando a cada 10 centímetros extra de altura de cada pessoa, afirmam os pesquisadores.


Nesta pesquisa conseguiram analisar uma grande amostra e chegaram aos seguintes resultados: o risco de câncer em mulheres aumenta em 18% para cada 10 centímetros extra, enquanto para os homens essa taxa é de 11%. É claro que o estudo e a pesquisa ainda é preliminar, apesar do histórico maciço de pessoas envolvidas como amostra, a mesma ainda não foi publicada, apenas apresentada numa conferência, mas que consegue mostrar evidências claras dessa relação de altura e câncer. Muitos outros cientistas ainda alertam que altura pode está relacionada como algum dos fatores de risco para o câncer, mas que está longe de ser um dos principais como os que já estão estabelecidos, como o tabagismo, obesidade, sedentarismo, entre outros.

72964838

O professor Mel Greaves do Instituto de Pesquisa do Câncer (The Institute of Cancer Research) já tinha estabelecido essa relação de altura com o câncer em estudos anteriores e informou que o câncer de próstata e de mama pode ser associado à altura. E a melhor teoria que aponta esta associação seria relacionada aos hormônios de crescimento. Outros estudos têm mostrado que pessoas com nanismo genético apresentam menores taxas de câncer em comparação com a população em geral. Outra indicação é pesquisas em camundongos geneticamente modificados para produzir mais hormônios de crescimento sempre apresentam maiores taxas de desenvolvimento de câncer, em comparação aos mesmos camundongos modificados para produzir menos hormônios. Essa nova pesquisa vem sendo bastante criticada e não é para menos, pois o estudo é baseado em dados coletados há décadas atrás sem uma observação para outros fatores, como o tabagismo, obesidade, sedentarismo, localidade geográfica, exposição ao sol, entre outros.

A Dra. Jane Green da Universidade de Oxford afirma que a altura adulta em si não é um fator de risco que causa o câncer, mas que pode ser um marcador para outros fatores relacionados com o crescimento desde a infância!

Fontes: iflscience/icr/    Imagens: nydailynews

Comentários

Novidades

Topo