Animais

Que altura máxima os insetos podem voar?

“Queria saber qual a altura máxima que um inseto pode voar, uma mosca por exemplo?” Fábio Lourenço

Fábio, quando olhamos para o céu vimos além das nuvens, um ou outro pássaro, talvez um avião. Poucas pessoas se dão conta de que sobre nossas cabeças, bilhões de insetos voam o tempo todo. Por serem animais aparentemente frágeis, é mesmo difícil imaginar que eles possam suportar um voo acima de alguns metros.

A verdade é que existem insetos que são campeões de voo nas alturas e nunca vamos saber até onde eles podem chegar, mas alguns estudos já foram feitos. As borboletas, por exemplo, impulsionadas pelo vento, elas ajustam seu curso com a batida de suas asas e podem alcançar até 1.000 metros de altura em voos bem longos. Voando um pouco mais alto que as borboletas, podemos encontrar várias espécies de moscas alcançando a marca de 1.500 metros de altura e junto com elas as abelhas, vespas e besouros, como joaninhas. As mariposas parecem ser mais resistentes que as borboletas e podem ir além de 1.500 metros.

Surpreendentemente, alcançando a altura impressionante de 4.000 metros podemos encontrar aranhas (que não são insetos, mas são tão pequenas quanto eles) presas em suas teias que funcionam como balões impulsionadas pela corrente de ar. Mas até hoje, o inseto que recordista é o cupim que já foi capturado fazendo sabe-se lá o que, há pelo menos 6.000 metros do solo.

Mais impressionante que tudo isso, é a quantidade de insetos que podem estar voando no céu (sobre nossas cabeças) neste momento. Acreditem, de acordo com uma pesquisa britânica, em um dia típico de verão ou primavera é possível calcular cerca de 3 BILHÕES de insetos voando o dia inteiro. Acredita-se que em algumas cidades os números podem chegar a 6 bilhões de insetos. Essas pesquisas se iniciaram em 1926 com um famoso aviador chamado Charles Lindbergh que usava lâminas de vidro com uma substância pegajosa em seu avião para coletar insetos e catalogar de acordo com a altitude.

700-00609675

Poucas pessoas se dão conta de que sobre nossas cabeças, bilhões de insetos voam o tempo todo. Foto: Reprodução/masterfile

Fonte: Vídeo produzido pela NPR

Crédito: Arthur Benjamin, Robert Krulwich

 

Comentários

Novidades

Topo