Curiosidades

Espirradeira: variações de cores e toxicidade

Espirradeira: variações de cores e toxicidade
3 (60%) 3 votes

Costuma ser muito bonita, com flores exuberantes e muitas vezes, de várias cores. Seu nome científico é Nerium oleander, conhecida popularmente como “Espirradeira”.

Quando diferentes características ocorrem espontaneamente são denominadas “variedades”, mas, no caso da Espirradeira, as diferentes colorações das flores são devido às manipulações decorrentes de “cultivares”.


Você já ouviu falar em “Cultivares”?

Na verdade, as cultivares promovem recombinações no material genético de uma determinada variedade de planta, a partir de esforço humano, que lhes confere características diferentes daquelas que a originaram. Por exemplo, se eu quero ter um exemplar de espirradeira de flor roxa, vou usar técnicas de seleção e cultivo desta planta manipulando suas características e recombinando seu material genético, até que eu obtenha vários exemplares com cor das flores roxas. Algumas cultivares faz com que elas tenham colorações das flores também em amarelo (Nerium oleander ‘Aurantiacum’) e vermelho (Nerium oleander ‘Atropurpureum’), por exemplo.

adelfa(1)

Seu nome científico é Nerium oleander, conhecida popularmente como “Espirradeira”.

É importante esclarecer que esta planta é muito tóxica em todas as suas partes (folhas, flores, caule, sementes) mesmo as adquiridas através das cultivares e, apesar de ser muito usada em trabalhos paisagísticos em várias cidades brasileiras, por ser uma planta resistente às condições adversas do ambiente urbano, o contato com ela pode trazer reações alérgicas nas mãos, olhos e até sucessivos espirros, inclusive de acordo com a sabedoria popular.

A ingestão de partes desta espécie vegetal por animais e seres humanos pode ser fatal, uma vez que ela possui uma substância (um glicosídeo cardioativo – a oleandrina) que pode causar danos letais aos tecidos do coração, levando à morte por parada cardíaca… Portanto, tenha atenção e tome cuidado!

0_jpg_Nerium_oleander_c_Giuseppe_Mazza

É importante esclarecer que esta planta é muito tóxica em todas as suas partes (folhas, flores, caule, sementes) mesmo as adquiridas através das cultivares e, apesar de ser muito usada em trabalhos paisagísticos em várias cidades brasileiras.

espirra

Quando diferentes características ocorrem espontaneamente são denominadas “variedades”, mas, no caso da Espirradeira, as diferentes colorações das flores são devido às manipulações decorrentes de “cultivares”.

oleander_pink

Na verdade, as cultivares promovem recombinações no material genético de uma determinada variedade de planta, a partir de esforço humano, que lhes confere características diferentes daquelas que a originaram.

Fonte: PAROLIN-Nomenclatura Botânica

Este texto foi uma contribuição da Bióloga Karina da Silva Silveira de Almeida que possui experiência em Arborização Urbana pela Universidade UNIGRANRIO. 


Novidades

Topo