Animais

Corydalidae: Que BICHO é esse?

Meus filhos e eu, achamos o ‘diariodebiologia.com’ muito interessante e com ótimo visual. Estamos enviando em anexo foto de um inseto incomum que capturei. Como ele parece agressivo e não foi embora, não tive escolha. Você pode por favor nos dizer que inseto é esse? Paulo Malheiros, Nova Lima – MG






Paulo e filhos, obrigada pelo carinho e palavras de incentivo. Mas que lindo inseto, não é? Esse “insetão” com grandes asas membranosas antenas longas e aparelho bucal forte é um membro da ordem NEUROPTERA, subordem MEGALOPTERA e família CORYDALIDAE.

Os neurópteros-magalópteros desta família ocorrem primariamente no hemisfério Norte e América do Sul, inclusive aqui no Brasil. Os corydalídeos são os maiores insetos da subordem Megaloptera e seu corpo geralmente mede mais que 25 mm. Possuem antenas muito longas e além dos olhos compostos, possuem três ocelos (pequenos olhos vestigiais). Os machos tem uma mandíbula enorme (veja a figura) e nas fêmeas as mandíbulas são curtas, porém são bem fortes e sua picada pode causar muita dor. A imagem enviada é de uma fêmea. Geralmente as fêmeas são capturadas com mais frequência, pois ficam expostas durante a ovoposição.

As larvas destes insetos (veja imagem) são aquáticas, ativas com mandíbulas fortes e extremamente predadoras, vivem no fundo d’agua escondida entre rochas e galhos, se alimentando de pequenos invertebrados aquáticos. Pelo hábito aquático de suas larvas, os adultos são vistos próximo a locais com rios e riachos, embora, algumas vezes atraídos pela luz, possam aparecer também longe da água. Os adultos são geralmente de hábito noturno voando apenas no crepúsculo, durante o dia ficam escondidos entre a vegetação da mata ciliar (próxima aos rios).

São insetos holometábolos, ou seja, passam pelas fases de larvas, pupa e adulto. Após a fase larval na água, a fase de pupa é no solo, dentro de câmaras escavadas sob pedras ou troncos. Quando o adulto emerge da pupa, vive por um curto período de tempo e se alimentam muito pouco. Durante a fase reprodutiva, a cópula acontece em vegetação adjacente a cursos d’água. Os ovos são postos em massas compactas na vegetação ou em pedras, que podem conter centenas de ovos.



———————————————

FONTE: BORROR

Pessoal, hoje estou iniciando uma nova categoria – QUE BICHO É ESSE!. Tenho recebido muitos emails com fotos de bichinhos que as pessoas encontram por aí. Assim, quando você encontrar um bicho e não souber o que é, fotografe e envie para contato@diariodebiologia.com (SÓ SERÃO ACEITAS FOTOS ORIGINAIS TIRADAS PELO LEITOR) . É claro que muitas vezes eu não vou conseguir identificar, mas vou tentar, com certeza! Os leitores que já me enviaram fotos, aguardem, logo publicarei as matérias sobre aqueles que consegui identitificar. BEIJOS EM TODOS!

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


16 comentários

16 Comments

  1. Carla

    em

    Adorei essa nova campanha xará
    Continua td lindo por aqui, até a próxima!
    beijão :kiss:

  2. Wanda

    em

    Karllinda, qdo a gente twitta, não sai mais @kallapatricia. Tá certo assim?
    Tá cada dia melhor isso aqui, hein!?!
    Tô aguanrdando o livro…

  3. Maria Angélica

    em

    Entõa essa larva é a famosa “lacraia” que eu perguntei há tempos, ou é outra ainda ?

  4. 😮 Maria angélica, essa não é a lacraia, ok?
    Pode deixar que estou preparando um material sobre as lacraias! Beijoca!

  5. WANDA, pode twittar de qqer jeito, o importante é divulgar!
    Estou fazendo os contatos e já começando a escrever… agurade!

  6. então na verdade, esse inseto não faz parte da ordem NEUROPTERA, e sim da ordem MEGALOPTERA, realmente existe uma certa semelhança entre essas ordens, porém a ordem dos neuroptera não apresentam um porte igual a este.

    do mais, o blog continua mto bom!

  7. se nao me engano a algum tempo atras era realmente considerado uma subordem dos NEUROPTERA, porem hoje, encontra-se em ordem a parte.

  8. URANESH, eu tenho seguido a classificação proposta por BORROR & DELONGS, na 7 edição do “study of insects” de 2002. Nele, os MEGALOPTEROS são uma SUBORDEM de NEUROPTERA conforme eu disse no post. Ou seja, este bichinho é um NEUROPTERA, ok? Esta classificação é considerada atual.
    No entanto, caso a classificação tenha mudado farei a correção.

  9. Anônimo

    em

    Eu tambem adoraria ser biólogo:p
    acho muito interessante!:wink:

    Pena que eu tenha medo de barata e dessas criaturas estranhas 🙁

    São cheias de perninhas :sick:

  10. Olá Karla, tudo bom?
    Primeiro, parabéns pelo seu Blog/Site, é bastante interessante e tem um papel informativo sensacional.
    Bom, com relação à seção “que bicho é esse?”, posso sugerir algo?
    Sugiro que mesmo que você não saiba ou não consiga identificá-lo, poste a foto no Blog/Site permitindo que outras pessoas (Biólogos de preferência) possam comentá-las e quem sabe ajudar na identificação específica.
    Com relação a animais marinhos (recifais) eu por exemplo posso ajudar.
    Mais uma vez, parabéns!
    Abraços.

  11. NELCI FILIPI SIQUEIRA

    em

    :straight:

    pessoal so do 2 perido de bio em divinopolis

    estou fazendo uma caixa entomologica

    preciso de um megaloptera e um phasmatodeo, e odonata ((preciso de tudo rsss ))

    alguem conhece me dizer metodos de atrai-los??mande um email pra mim por favr

    ESTOU QUERENDOINICIAR UM ARTIGO SOBRE EXCORPIONES CASO ALGUEM QUEIRA ME CONTATE ASSUNTOS A PARTE

  12. thomston

    em

    eu amo as suas meterias de inseto!!! essa então foi show so que os megalopteras entao realmente em uma ordem a parte… esse bixinho é muito interessante!!!!!!

  13. thomston

    em

    nelci ja capturei muito desses insetos numa disciplina na minha universidade foi usado atrativo luminoso.. tivermos resultados positivos na captura de megaloptera e outras ordens tambem.. mas odonata tivemos melhores resultados usando rede entomologia e as coletas foram feitas perto de riachos.

  14. Giovanna

    em

    Karlla, adoro seu site, blog, sei lá… Vejo quase todo dia, vc tá de parabéns! Desejo mto ser bióloga também!

  15. mariana

    em

    adorei seu site, muito interessante!
    mas eu queria saber qual bicho que é capaz de derrubar um tronco grosso de arvore, porque eu tenho esse bicho la no meu site
    mas eu vou ver se consigo tirar uma foto e por no ‘que bicho é esse’

  16. Luciana

    em

    Eu sempre tenho desses bichos na minha casa e tenho pavor deles!!! Tem alguma forma de afastá-los??? (moro em beirada de rio) Tenho uma bebê de 1 ano e 4 meses muito curiosa e morro de medo dela ser picada… Se ocorrer uma picada (Deus nos livre!!) sabe como pode ser tratada?
    Obrigada e parabéns pelo site! Muito bom mesmo, já “curti” e salvei nos meus favoritos!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo