Curiosidades

Excesso de queratina provoca morte celular… Entenda porque as unhas nunca param de crescer?

Por que as unhas não param de crescer por toda a vida

“Sempre quis saber: Por que as unhas não param de crescer por toda a vida?”  Mariana

Mariana, imagino que esta pode ser a dúvida de muitas pessoas. Mas primeiro é preciso saber como nosso organismo “fabrica” a unha: Bem, muitas pessoas não sabem, mas as unhas são formadas por queratina (uma proteína, a mesma que está presente nos fios de cabelo).

Cada unha possui uma raiz, que fica sob a pele, junto à cutícula. Ali, células cutâneas especializadas se multiplicam sem parar e produzem bastante queratina, e esta proteína é armazenada dentro da própria célula. Esta célula se enche tanto de queratina que perde sua atividade e morre. Os restos celulares, inclusive a queratina, continuam dentro da célula morta e são empurrados para fora da raiz aglomeradas, “fabricando” as unhas. E elas nunca param de crescer, porque nosso corpo está em constante atividade e as células cutâneas nunca param de produzir queratina, afinal é só isso que elas sabem fazer!




Leia também: Você não vai acreditar em quantas doenças você pode descobrir simplesmente observando o aspecto das suas unhαs!

Assim, em suma, de acordo com a dermatologista Juliana Fonte, de maneira que a célula vai ficando cheia de queratina, sua atividade vai diminuindo, ela acaba morrendo e seus restos celulares formam a unha. Como esse é um processo contínuo ao longo da vida, as unhas nunca param de crescer”, afirma a dermatologista Juliana Fonte.

Algumas curiosidades:



Como a parte da unha que aparece está composta por células mortas, não sentimos dor quando ela é cortada.

As unhas das mãos crescem muito mais rápido do que as dos pés, isso porque a irrigação sanguínea é maior nas mãos.

As unhas dos homens crescem mais rápido do que as das mulheres.

  Sabe aquelas manchas brancas que às vezes aparecem nas unhas? Pois é, elas não significam que você vai ganhar um presente, na verdade são sinais de problemas, como alergia a determinados produtos ou doenças na própria unha e até internas, como a anemia.



Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


1 Comentário

1 Comentário

  1. Ives Mauro

    em

    Mas para que afinal servem as unhas?

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo