Sua saúde

Sintomas da labirintite: Veja tudo que você sente quando tem o problema

Sintomas da labirintite: tudo que você sente quando tem o problema

Os sintomas da labirintite são capazes de deixar uma pessoa de cama por dias. Com certeza você já deve ter ouvido falar da labirintite, todavia muitas pessoas confundem o termo quando se falam em tonturas, vertigens e desequilíbrio. Na verdade, o termo correto para os problemas que envolvem o ouvido interno que afeta a audição onde ficam o labirinto que é constituído pela cóclea e pelo vestíbulo, responsáveis pela audição e equilíbrio, respectivamente, são chamadas de labirintopatias e vestibulopatias, na qual a labirintite é uma dessas doenças.

A labirintite se caracteriza por uma inflamação no labirinto, local responsável pelas noções de equilíbrio e percepção de posição do nosso corpo. Quando esse local é afetado, seja por infecções bacterianas, vírus ou até mesmo uma má alimentação, inicia-se um processo inflamatório.

Causas da labirintite

As causas mais comuns que desencadeiam os sintomas da labirintite podem ser dividas em quatro classes:

  • Virais: ou seja, oriundas de infecções por vírus na boca, nariz e vias aéreas
  • Bacterianas: invasão de bactéria no labirinto, muitas vezes ligada à meningite
  • Emocionais: causada pelo estresse.
  • Congênita: má formação do labirinto durante o desenvolvimento embrionário

Contudo, a labirinte, no geral, pode ocorrer por diversas outras razões. Em alguns casos, surge como sintoma de outras doenças. Assim, podemos citar, por exemplo, As causas da labirintite são diversas e existem fatores que podem ocasionar e até piorar os quadros dessa patologia, como: doenças respiratórias, tumores, níveis elevados de colesterol, hipertensão, diabetes.

Ao mesmo tempo, uma alimentação inadequada rica em gordura e condimentos também desencadeia os sintomas da labirintite. Somado a isso, fumo e excesso de bebidas alcoólicas também podem provocar um processo inflamatório ou contribuir de forma direta para que esse quadro patológico aconteça. Aliás, até mesmo alguns medicamentos, como antibióticos, anti-inflamatórios e remédios para estresse e ansiedade são fatores que podem desenvolver uma labirintite.

Sintomas da labirintite

A labirintite pode se manisfestar com diversos sintomas. Podemos citar, por exemplo, até mesmo queda de cabelo, palidez e febre. Contudo, os sintomas clássicos que podem ajudar no diagnósticos e devem ser observados com atenção, são listados abaixo.

Perda de equilíbrio e tontura é um dos sintomas da labirintite mais clássicos. Podemos dizer, que este acomete todas as pessoas com o problema. A sensação de tontura ao levantar é a mais comum. Ele, a saber, está diretamente associado ao equilíbrio, onde a pessoa sofre da sensação de que tudo ao seu redor está se movendo ou rodando. Afinal, a inflamação causada no canal do labirinto provoca uma alteração na sensação de equilíbrio.

Dor de cabeça costuma acometer todos os pacientes com labirintite. Ela vem justamente por causa da sensação de perda de equilíbrio e tontura.

Enjoo, náusea, vômito são também os sintomas da labirintite mais clássicos. A sensação de falta de equilíbrio confunde o cérebro. Essa sensação vem principalmente pela mesma razão que o enjoo durante as viagens. O cérebro pensa: “se o corpo está parado, por que estou me movendo?“. A reação de proteção é ejetar do estômago todo conteúdo para se livrar de alguma coisa que possa estar cansando aquela sensação.

Audição alterada ou diminuída é também clássico. A inflamação do labirinto irá provocar diversas alterações, inclusive no processo auditivo. Assim, quando o labirinto é afetado, a pessoa sentir os sintomas da labirinte no ouvido. Além do zumbido, que é também um sintoma da doença, ela pode sentir a audição fraca ou diminuída.

Sensação de pressão dentro do ouvido é outros dos sintomas da labirintite que acomete a maioria dos pacientes. É causado, sobretudo, pela inflamação do labirinto. Inclusive, quando a labirintite é causada em consequência de uma otite grave, esse sintoma é muito comum. Conforme um estudo realizado por médicos japoneses e publicado no periódico Yonsei Medical Journal [1], as complicações da otite média podem ocorrer quando micro-organismos rompem as barreiras naturais do ouvido e permite que a infecção se espalhe em estruturas adjacentes. O resultado, decerto, é a labirintite timpanogênica que acontece diante de infecções agressivas do ouvido chegando ao labirinto.

Tratamento para os sintomas da labirintite

Para o diagnóstico serão necessários exames específicos no ouvido e outros neurológicos para verificar possíveis causas da infecção ou inflamação. Dependendo da causa da labirintite, o tratamento será apenas com medicamentos que aliviam os sintomas. Assim, os vasodilatadores facilitam a circulação e labirintos supressores ajudam a aliviar as tonturas. Além disso, outras medicações para aliviar as náuseas, vômitos e o mal-estar, quando a causa for por infecções bacterianas, os antibióticos entrarão em ação.

Como a labirintite não tem uma causa exclusiva é necessário levar uma vida saudável e evitar excessos, pois vários fatores em conjunto podem desencadear a uma crise aguda ou se tornar uma patologia crônica, alimentos com cafeína, muito açúcar e estimulantes como chocolate e açaí, além de alimentos ricos em potássio como melão, banana e melancia precisam ser evitados nas crises para não agravar os sintomas e claro, sintomas associados e duradouros procure um especialista médico!




Artigos médicos-científicos: Yonsei Medical Journal [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo