Sua saúde

Sangramento nasal: porque acontece? Quais os tipos? Devo me preocupar?

Sangramento nasal: porque acontece? Devo me preocupar?

O sangramento nasal (epistaxe, termo médico) assusta, principalmente quando vem em grande quantidade. Se você já assou o nariz e viu sangue ou você, de fato, teve o nariz sangrando, não se preocupe. Isso, normalmente, não indica problemas graves. A estimativa é que de uma em cada sete pessoas terá um sangramento nasal em algum momento. Esse tipo de hemorragia é mais comuns em crianças entre 2 e 10 anos e adultos entre 50 e 80 anos.

Sangramento nasal:  tipos mais comuns

Sangramento nasal anterior: Este é o tipo que acontece logo na entrada do nariz. Isso porque, a parede que separa as narinas (septo), tem muito vasos sanguíneos que podem se romper com qualquer pequeno golpe no rosto, ou até mesmo um arranhão com a unha. A maioria das hemorragias nasais acontece dessa forma, ou seja, na entrada das narinas.

Sangramento nasal posterior: Este é o tipo mais raro. Acontece mais profundamente na parte de trás, interna do nariz. Hemorragias nasais posteriores são mais prováveis ​​de acontecer em idosos. Ao mesmo tempo ocorre com pessoas com sintomas de pressão alta ou naqueles que tiveram uma lesão mais grave na face.

Na verdade, pode ser difícil saber quando está tendo um sangramento nasal  posterior ou anterior. Isso porque, os dois podem fazer o sangue fluir para a parte de trás da garganta. Contudo, quando o sangramento é posterior, ele é considerado uma emergência médica. Então você pode tentar as técnicas de como parar o nariz sangrando. Mas, se com isso, o sangramento não cessar, vá ao pronto-socorro.

De acordo com um estudo publicado no periódico Revista da  Associação Médica Brasileira [1], mais de 90% dos casos de sangramento no nariz decorrem de sangramento anterior, sobretudo em crianças e adultos jovens. E enquanto a epistaxe posterior é mais frequentemente encontrada em pacientes hipertensos ou com mais de 40 anos.

Sangramento nasal: causas comuns

A maioria das hemorragias nasais são espontâneas. Quer dizer, acontecem inesperadamente e não têm uma conhecida. Contudo, quando a pessoa tem muitos sangramentos no nariz, as causas podem ser uma dessas abaixo.

  • O clima está seco ou você anda usando muito ar condicionado. Isso resseca o nariz e rompe os microvasos do septo causando sangramentos.
  • Você anda assoando o nariz ou esfregando muito forte
  • Você está resfriado
  • Você está usando sprays nasais em excesso
  • Você tem uma lesão nasal, um machucado ou algo parecido
  • Crises alérgicas podem culminar com sangramentos nasais
  • Você tem uma infecção sinusal
  • Você pode estar usando drogas, como cocaína
  • Você ficou exposto a produtos químicos altamente irritantes, como amônia, por exemplo.

Sangramento nasal: causas menos comuns

Distúrbios hemorrágicos: É possível que o sangramento nasal seja causado por distúrbios hemorrágicos , embora seja raro. Assim, se a hemorragia nasal não pára, ou se a pessoa tem também muito sangramento nas gengivas, é preciso consultar um médico. Os distúrbios hemorrágicos podem ser sérios. Uma vez que, as plaquetas que ajudam na coagulação do sangue podem estar em pouca quantidade ou funcionando mal.

Em alguns casos, o sangramento nasal pode ser causado pela genética. Isso porque, alguns genes transmitidos em famílias. Uma condição rara chamada “ telangiectasia hemorrágica hereditária ” (THH) pode afetar os vasos sanguíneos. Aliás, o principal sintoma são repetidas hemorragias nasais que parecem surgir do nada e pioram com o tempo.




Pessoas com THH podem acordar à noite com o travesseiro encharcado de sangue. Além disso, pode desenvolver manchas vermelhas no rosto ou nas mãos. Percebendo estes sintomas, é indispensável buscar ajuda médica. Tratamentos estão disponíveis para ajudar a melhorar seus sintomas.

Artigo médico-científico: Revista da  Associação Médica Brasileira [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo