Sua saúde

Remédio para rinite alérgica: Aqui está a solução com base em estudo científico

Remédio para rinite alérgica: o melhor, comprovado cientificamente
Remédio para rinite alérgica: Aqui está a solução com base em estudo científico
4.5 (90.77%) 13 votes

O remédio para rinite alérgica definitivo não existe. E, de fato, entre os piores sintomas de rinite alérgica estão a produção excessiva de muco, nariz entupido, coriza e irritação nas fossas nasais e seios nasais. Em alguns casos, podem surgir até sangramento nasal. Assim, algumas pessoas com alergias desenvolvem uma condição chamada rinossinusite crônica. Essa, a saber é uma condição continuamente inflamada caracterizada por cavidades sinusais irritadas ou mesmo infectadas.

Quem sofre com sintomas de rinite alérgica sabe muito bem o que é ser incomodado, da noite para o dia, com sintomas de crises de espirros, coriza e sensação de nariz entupido. A rinite é uma reação imunológica exagerada do organismo que resulta em uma inflamação da mucosa nasal desencadeada por elementos como ácaro e que chegar a abalar a produtividade no dia a dia.

Mas, a verdade é que quem tem rinite precisa ter atitudes diárias tão importantes quanto escovar os dentes. O antídoto contra esse sofrimento é simples e não envolve nenhum medicamento viciante: a lavagem diária. Foi isso que revelou dois estudos científicos publicados nas revistas Laryngoscope [1] e American Journal of Rhinology & Allergy [2].

O melhor remédio para rinite alérgica

Os estudo concluíram que a limpeza da cavidade nasal minimiza as manifestações da rinite. Ainda, aumenta a qualidade de vida e permite diminuir em cerca de 60% a necessidade de remédio para rinite alérgica.  A atitude diária e rigorosa – feita todos os dias mesmo – melhorou estatisticamente  23 dos 30 sintomas nasais.

Também conhecida como “ducha nasal” ou “lavagem nasal”, a irrigação nasal usa dois ingredientes simples: água salgada e, quando possível, um recipiente especialmente projetado. Assim, esse objeto, conhecido como pote nasal, ajudará nessa hidratação. Isso porque, ele  fornece um fluxo de água salgada em suas cavidades nasais através de uma narina e de outros. Praticantes geralmente fazem isso de uma a quatro vezes por dia. Esse é, de fato, o melhor remédio para rinite alérgica.

Aliás, fica fácil entender que realmente funciona se você for pensar no mergulho no mar. Assim, não há nada tão estimulante quanto ter água do mar gelada alcançando suas passagens nasais. Embora inicialmente desagradável, essa irrigação forçada às vezes resulta em alívio inesperado, mas não indesejável, dos seios entupidos.

De acordo com os estudos, esse remédio para rinite alérgica (que não é remédio) irá melhorar os mecanismos de defesa do nariz. Assim como, hidratar a mucosa. Além disso, poderá tornar mais fluida a secreção produzida em excesso em resposta aos agentes alérgenos.

Como fazer o procedimento

A médica Dr. Talita Poli Biason, gerente da unidade de medicamentos isentos de prescrição do Laboratório Aché, explicou que é mais seguro fazer essa lavagem com solução salina a 0,9% (soro fisiológico). Isso porque,  essa porcentagem na fórmula indica que a solução é isotônica, ou seja, não há possibilidade de ela desidratar a mucosa nasal. Contudo, não há nenhum problema em prepara sua própria solução de remédio para rinite alérgica em casa.

Só que, para colher todos esses benefícios, o recomendado é recorrer ao procedimento pelo menos duas vezes ao dia. Segundo a especialista, esse é um método preventivo. Assim, deve ser feito, eventualmente, também mesmo quando o nariz está bom e sem sintomas de crise alérgica.

⚠️Atenção: algumas ressalvas

Não use em bebês. A irrigação com solução salina não deve ser usada em bebês, a menos que seja orientada pelo pediatra.

Não use regularmente. De acordo com a  Dra. Deborah Weatherspoon, enfermeira chefe no Hospital Universitário do Tenesse, a irrigação nasal diária pode aumentar o risco de infecção sinusal. O uso ocasional não tem sido associado a esse risco. Contudo, o uso rotineiro desse Remédio para rinite alérgica deve ser desencorajado. Isso porque, pode remover alguns elementos protetores das membranas mucosas que revestem as passagens nasais e seios nasais.

Use apenas água esterilizada. Caso não opte por uso o soro fisiológico esterilizado, é crucial usar água filtrada e fervida para preparar a solução de irrigação. Dra Deborah explica que uma ameba parasitária, Naegleria fowleri , tem sido associada a várias mortes entre usuários do pote nasal que não usaram água esterilizada. Isso porque, uma vez introduzido nos seios nasais, o parasita segue para o cérebro, causando uma infecção fatal.

Artigos científicos: Laryngoscope [1] e American Journal of Rhinology & Allergy [2].

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo