Sua saúde

Manchas vermelhas na pele: fique em alerta!

Manchas vermelhas na pele: vejas as causas mais comuns

Manchas vermelhas na pele: fique em alerta!
4.8 (95%) 4 votes

As manchas vermelhas na pele, que surgem do nada, é sinal de alerta, sim. Isso porque, doenças como zika, rubéola e outras tem como sintomas as manchas vermelhas. Contudo, pode indicar apenas uma simples alergia, fácil de tratar. De qualquer maneira, é importante saber do que se trata, até mesmo para saber se é uma urgência médica ou não.

A seguir, veja as doenças que mais causam manchas vermelhas na pele. Ao mesmo tempo, você poderá ver as imagens para uma comparação. Lembrando que, não somente as manchas vermelhas, mas qualquer outra lesão na pele deve ser avaliada pelo dermatologista. Somente ele saberá identificar corretamente.




Manchas vermelhas na pele: dermatite atópica

A dermatite atópica ou eczema atópico. Apesar de ser uma doença genética, ela pode ser manifestar somente na idade adulta. Os sintomas são pele seca, manchas vermelhas na pele que coçam e crostas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia[1], deve-se prestar atenção: o surgimento é mais comum nas dobras dos braços e da parte de trás dos joelhos. Contudo, não é uma doença contagiosa, apesar do aspecto. Então, pode-se tocar as lesões à vontade que não há nenhum risco de transmissão. É um quadro inflamatório da pele que vai e volta. Assim, é comum haver intervalos de meses ou anos, entre uma crise e outra. Quem sofre deste problema precisa manter a pele sempre muito hidratada.



Manchas vermelhas na pele: dermatite atópica

Manchas vermelhas na pele: dermatite atópica – os sintomas são pele seca, manchas vermelhas na pele que coçam e crostas.

Manchas vermelhas na pele: alergias

Manchas vermelhas na pele: alergias

Manchas vermelhas na pele: alergias – Os sintomas são clássicos, como manchas vermelhas na pele, coceira intensa, formação de relevos na pele causadas por enchimento de líquidos e outros.

Reações alérgicas na pele são condições inflamatórias que podem manifestar-se em diferentes regiões do corpo. Os sintomas são clássicos, como manchas vermelhas na pele, coceira intensa, formação de relevos na pele causadas por enchimento de líquidos e outros. As causas podem ser desde alergia a bijuterias e picadas de insetos como medicamentos e alimentos. Algumas mulheres podem ter até mesmo alergia a absorventes higiênicos e terem as reações na virilha. Outra causa comum é a alergia a produtos químicos, como sabão em pó, desinfetantes e cosméticos. De acordo com a dermatologista Dra. Aleksandra Viana, do site Tua Saúde, os sintomas podem ser aliviados com remédios para alergia, como a Loratadina [2], corticoides, como a Prednisona [3], ou aplicação de cremes, como Fenergan[4], receitadas pelo dermatologista.



Manchas vermelhas na pele: Psoríase

Manchas vermelhas na pele: Psoríase

Manchas vermelhas na pele: Psoríase – Os sintomas mais comuns são as manchas vermelhas na pele com escamas secas esbranquiçadas ou prateadas. Ao mesmo tempo após as lesões há formação de mancha branca na pele, que é temporária.

É uma doença crônica, hereditária e também não é contagiosa. Os sintomas desaparecem e reaparecem sendo muitas vezes manifestados na idade adulta.  Sua causa é desconhecida, mas se sabe que pode estar relacionada ao sistema imunológico. Os sintomas mais comuns são as manchas vermelhas na pele com escamas secas esbranquiçadas ou prateadas. Ao mesmo tempo após as lesões há formação de mancha branca na pele, que é temporária. Quem sofre de psoríase pode ter a pele ressecada e rachada e às vezes, com sangramento. Da mesma forma, a coceira, queimação e dor são intensas. As manchas vermelhas na pele surgem normalmente, nos cotovelos, joelhos e couro cabeludo.

Manchas vermelhas na pele: Zika vírus

Manchas vermelhas na pele: Zika vírus

Manchas vermelhas na pele: Zika vírus – As manchas da Zika, a saber, geralmente surgem primeiro no rosto. Ao mesmo tempo, atingem o resto do corpo em poucas horas e duram mais ou menos 5 dias.

Transmitida por mosquitos, o zika vírus tem lesões bem conhecidas de todos. Surgem manchas vermelhas na pele, como pintas avermelhadas suavemente elevadas. As lesões são associadas a coceira, que geralmente aparecem 3 dias após a picada do mosquito. As manchas da Zika, a saber, geralmente surgem primeiro no rosto. Ao mesmo tempo, atingem o resto do corpo em poucas horas e duram mais ou menos 5 dias. Além das manchas a pessoa tem febre baixa e dor nas articulações.  Ao mesmo tempo dor de cabeça e atrás dos olhos. Assim, diante das pintinhas vermelhas e dos sintomas citados acima, procure um posto de saúde para mais orientações, sobretudo se estiver grávida ou se suspeitar de gravidez.

Manchas vermelhas na pele: Rubéola

Manchas vermelhas na pele: Rubéola

Manchas vermelhas na pele: Rubéola – Além das manchinhas, a pessoa tem constante dor de cabeça, congestão nasal, olhos vermelhos, nódulos na nuca e atrás das orelhas e dor nas articulações e nos músculos.

A rubéola é uma virose, causada pelo Rubella virus. Pode ser transmitida de facilmente através de espirro, tosse, uso de objetos em comum. Por isso, é considerada altamente contagiosa. A rubéola não tem sido muito registrada porque é uma doença vacinável, que nos prevenimos tomando a vacina tríplice viral (caxumba, rubéola e sarampo). Contudo, com o crescimento dos movimentos antivacinas, ela está retornando devagar. As manchas vermelhas na pele surgem de duas a três semanas depois da exposição ao vírus e duram 3 ou 4 dias. Além das manchinhas, a pessoa tem constante dor de cabeça, congestão nasal, olhos vermelhos, nódulos na nuca e atrás das orelhas e dor nas articulações e nos músculos.

Sociedade Brasileira de Dermatologia[1] Bulas: Loratadina [2], Prednisona [3], Fenergan[4]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo