Sua saúde

Exame de TSH: O que é? Por que o médico pede? Veja a importância deste exame na sua vida

Exame de TSH: o que é? O que significa TSH alto e TSH baixo?

O exame de sangue para dosagem do TSH, não é tão comum quanto um hemograma. Mas, deveria ser. Este exame é indispensável, principalmente para pessoas com 40 anos ou mais. Sua função é avaliar a saúde da tireoide, uma glândula que fica no meio do cérebro. Ela controla o funcionamento de várias funções do organismo. Mas quando o médico pede o exame de TSH, fica a dúvida: o que é? O que significa TSH alto e TSH baixo? Qual a importância deste exame?

Se o médico passou este exame para você, ele desconfia de que sua tireoide não anda trabalhando bem. Mas, se você já tem 38 anos ou mais, é comum que os médicos já iniciem um monitoramento da sua tireoide. A princípio não há motivos para preocupação.

O fato é que ultimamente, uma grande quantidade de pessoas sem qualquer sintoma de alterações na tireoide, tem descoberto terem hipotireoidismo ou hipertireoidismo. Assim, tem se tornado rotina, que os médicos peçam o exame de TSH em pacientes com mais de 40 anos.




Leia também: Como saber se tenho anemia sem fazer exame de sangue?

De acordo com o endocrinologista Dr. Marcello Bronstein, o TSH, sigla para Hormônio Estimulador da Tireoide, é um hormônio fabricado pela hipófise. Este hormônio tem um poder importante no organismo. É ele que controla o funcionamento de várias glândulas, entre elas os testículos, os ovários, as adrenais e a tireoide. “Existe um sincronismo entre a produção de TSH e a tireoide semelhante ao funcionamento do termostato da geladeira, que liga e desliga automaticamente de acordo com a flutuação da temperatura interna do aparelho”, disse o médico.

Certamente, as doenças de tireoide ocorrem, principalmente, nas mulheres. Há uma proporção de cinco, seis ou sete mulheres para cada homem. De acordo com Dr. Bronstein, o TSH deve ser feito rotineiramente após os 40 anos. Isso porque, em casos de hipotireiodismo, a pessoa pode apresentar sintomas como: cansaço e adinamia (falta de iniciativa). Por isso, normalmente, são diagnosticadas com depressão.

Leia também: Como saber se o ácido úrico está alto, sem fazer exame de sangue?



O que pode significar os resultados

TSH alto: indica que a tireoide não está produzindo hormônio suficiente, e por isso a hipófise, tenta compensar isso aumentando os níveis de TSH no sangue para que a tireoide exerça sua função de forma adequada. Alguns medicamentos como propranolol e furosemida, podem também aumentar a concentração de TSH no sangue. Além disso, um tumor hipofisário pode levar a produção excessiva de TSH. A pessoa sentirá: cansaço, aumento de peso, prisão de ventre, sensação de frio, aumento de pelos na face, dificuldade de concentração, pele seca, cabelos e unhas frágeis e quebradiças.

TSH baixo:  indica que a tireoide está produzindo hormônios de forma excessiva, aumentado estes valores, e por isso a hipófise diminui a liberação do TSH para tentar regular a função da tireoide. Indica hipertireoidimos. Assim, medicamentos como aspirina, corticoides, heparina, fenclofenaco, e outros podem deixar o TSH baixo. Da mesma forma, o tumor da hipófise pode reduzir o TSH no sangue. A pessoa sentirá: agitação, palpitação cardíaca, insônia, perda de peso, nervosismo, tremores e diminuição da massa muscular.



DV

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo