Peixe cru, molho shoyu, yakissoba: crianças podem comer comida japonesa? Há algum risco?

    Peixe cru, molho shoyu, yakissoba: criança pode comer comida japonesa?

    A culinária japonesa é composta por algumas preparações utilizando pescados crus.  Muitas mães se preocupam se sua criança pode comer o peixe cru e shoyu utilizados no preparo da comida japonesa.

    O local destinado ao preparo dessas comidas deve garantir o controle higiênico sanitário adequado para reduzir possíveis riscos. Nesse sentido, é fundamental escolher cuidadosamente os restaurantes. O grande problema da comida japonesa é o risco de infecção alimentar. Isso serve para qualquer idade, inclusive adultos e idosos.

    Leia também: Especialistas garantem: comida japonesa pode aliviar seu estresse psicológico

    No entanto, quando se diz respeito às crianças, preciso uma atenção especial. Segundo o pediatra Fábio Ancona, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria,  até os 2 anos de idade, o sistema imunológico ainda não está totalmente formado. Assim crianças são mais suscetíveis a infecções que podem ser causadas por alimentos malcozidos ou crus malconservados. Por isso a recomendação de nutricionistas e pediatras é que aguardem seu filho completar os 2-3 anos de idade para só depois oferecer os pratos japoneses com peixe e camarão crus.

    Leia também: Depois de comer comida japonesa mulher fica com 11 vermes no estômago. Assista ao vídeo da remoção dos bichos


    Mas, se você tem um filho menor de 3 anos e vai com toda família a um restaurante japonês, não precisa levar marmita para o bebê. Em substituição aos pratos caracteristicamente crus da cozinha oriental, os especialistas sugerem que se ofereçam aos pequenos os pratos quentes. Eles sugerem pratos como Yakisoba (macarrão, vegetais e carne com shoyu) e o Teppanyaki (legumes, carne e arroz) são considerados perfeitos em termos de nutrientes para as crianças.

    E quanto ao shoyu? Bem, o shoyu, mesmo o Light, é um concentrado de sódio. Esse tempero não faz bem a ninguém, muito menos para as crianças pequenas. Por ser rico em sódio, ele causa retenção de líquido e neste caso se recomenda a versão light do molho. Assim, salpique algumas gotas sobre a comida do seu filho, só para dar um gostinho e nada mais!

    fibromialgia / revistacrescer

    Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


    Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.