Sua saúde

Atrovent e Berotec: para que servem? Quem pode usar?

Atrovent e Berotec: para que serve? Quem pode usar?
Atrovent e Berotec: para que servem? Quem pode usar?
4.1 (82.86%) 7 votes

Não é raro os médicos prescreverem inalação com Atrovent, Berotec e soro fisiológico.

A indicação é principalmente para casos de muco preso nas vias respiratórias.

A verdade é que muita gente se preocupa com estes medicamentos, pois, há “rumores” que podem ter efeitos colaterais ruins.

Por isso, é importante saber para que serve e, ao mesmo tempo, quem pode usar e quando também é indispensável.

Tanto o Atrovent  quanto o Berotec são broncodilatadores.

Em outras palavras, o uso de Berotec e Atrovent serve para abrir as vias respiratórias estreitadas em casos de crise de asma ou de outras doenças do trato respiratório como bronquite, por exemplo.

Eles agem nos músculos presentes nessa região, por estimulação dos receptores.

Tudo sobre Berotec

O princípio ativo do Berotec  é o Bromidrato de Fenoterol que atua estimulando os receptores a relaxar a musculatura das vias respiratórias, facilitando a passagem de ar.

Esse efeito costuma durar cerca de 3 até 5 horas no organismo.

Para que serve o Berotec?

De acordo com a bula do Berotec fornecida para Anvisa, esse medicamento é indicado para o tratamento dos sintomas relacionados à crise de asma bem como outras doenças que se caracterizam por um estreitamento reversível das vias respiratórias, como bronquite obstrutiva crônica.

Quem não pode usar Berotec?

Pessoas que sofrem de hipertireoidismo, Taquiarritmia (ritmo acelerado do coração).

Da mesma forma, pacientes com cardiomiopatia obstrutiva hipertrófica, no qual ocorre um desenvolvimento excessivo de uma área do coração que faz com que ele aumente de tamanho e fique fraco.

Grávidas e idosos podem usar Berotec?

De acordo com a bula,  o  Berotec está classificado na categoria (B) de risco na gravidez.

Sendo assim, somente deverá ser utilizado no 1° trimestre da gestação sob prescrição médica estrita.

O mesmo é válido no período imediatamente anterior ao parto, devido ao efeito tocolítico da substância.

Já pacientes acima de 65 anos, não há nenhuma restrição do uso, desde que não tenham as doenças acima citadas e que esteja sob acompanhamento médico.

Tudo sobre Atrovent

O princípio ativo do Atrovent é o Brometo de Ipratrópio que atua estimulando os receptores a relaxar a musculatura lisa das vias aéreas, permitindo uma eficaz a passagem de ar.

O efeito da medicação inicia-se em poucos minutos após a inalação, mais comumente entre 3 e 30 minutos, e dura, em média, de 5 a 6 horas.

Para que serve o Atrovent?

O Atrovent é indicado para o tratamento de manutenção do broncoespasmo (falta de ar repentina) associado à Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC).

Ao mesmo tempo, pode agir quando há inflamação dos canais das vias respiratórias (bronquite crônica) e enfisema, uma doença grave do pulmão que destrói a estrutura.

Essa última doença é comum em fumantes de muito tempo.

Quem não pode usar Atrovent?

Atrovent é contraindicado para pacientes que apresentem rinites infeciosas agudas.

Além disso, não está indicado também, para pacientes com hipersensibilidade (sensibilidade excessiva) à atropina ou a seus derivados e/ou a quaisquer componentes da fórmula.

Ao mesmo tempo, se recomenda usar a solução para inalação em pacientes na faixa etária de 0 a 6 anos, porque não existem estudos sobre o uso de Atrovent aerossol nessa idade.

Grávidas e idosos podem usar Atrovent?

A segurança do uso de Atrovent durante a gravidez ainda não está estabelecida.

Contudo, estudos pré-clínicos não mostraram efeitos embriotóxicos nem teratogênicos após o uso.

De qualquer forma não deve ser utilizado sem orientação médica.

Quanto aos idosos, não há restrições especiais para o uso do produto em pacientes com idade acima de 65 anos.

Quantas gotas de Atrovent e Berotec para fazer inalação?

O uso de medicação  broncodilatadora deve ser feita, exclusivamente sob orientação médica.

Isso porque, o que é bom para uma pessoa, não pode ser o ideal para outra.

Ao mesmo tempo, nunca ofereça esse tipo de medicação a bebês, idosos e mulheres grávidas sem a presença de um médico.

Contudo, a posologia do berotec e do atrovent está divulgada em suas respectivas bulas fornecidas pela Anvisa.

Posologia do Berotec

Conforme a bula, as crises agudas de asma e outras condições com constrição reversível das vias aéreas (bronquite, peito encatarrado) podem ser resolvidas da seguinte forma:

  •  Adultos, idosos e adolescentes maiores de 12 anos. Geralmente, 0,1 mL (2 gotas = 0,5 mg) é suficiente para o alívio imediato dos sintomas.
  • Crianças de 6 a 12 anos. 0,05-0,1 mL (1 a 2 gotas = 0,25 a 0,5 mg) é suficiente, em muitos casos, para o alívio imediato dos sintomas.
  • Crianças menores de 6 anos.  Como a informação existente para este grupo etário é limitada, se recomenda 0,05 mg de bromidrato de fenoterol por kg de peso corporal por dose. Nunca dar mais que 0,2 mL (4 gotas = 1 mg) por dose, até 3 vezes ao dia, a ser administrado unicamente sob supervisão médica. A dose diária de 0,15 mg/kg não deve ser excedida.

⚠ Atenção: casos  especiais que exijam dosagem maior, deve ser administrado sob supervisão médica.

Posologia do Atrovent

  • Adultos, idosos e adolescentes maiores de 12 anos: 40 gotas, 3 a 4 vezes ao dia.
  • Crianças de 6 a 12 anos: a dose recomendada é 20 gotas, 3 a 4 vezes ao dia.
  • Crianças abaixo de 6 anos: a dose recomendada é de 8 a 20 gotas, 3 a 4 vezes ao dia.

⚠ Atenção: De acordo com a bula, o atrovent só deve ser administrado a crianças menores de 12 anos sob supervisão de um médico.

Inalação com Berotec e Atrovent para bebê

Não é recomendado oferecer brondilatadores a bebês sem a presença ou supervisão médica.

Nem mesmo as bulas desses medicamentos recomenda que bebês façam nebulização com berotec e atrovent sem um médico.

Portanto, marque uma consulta com o pediatra antes de administrar essa medicação em seu filho.

Berotec e Atrovent vicia?

Tanto a bula do Berotec quanto do Atrovent não mencionam que seus princípios ativos (bromidrato de fenoterol e  brometo de ipratrópio) possam desencadear vícios.

É necessário, no entanto, esperar por seus efeitos colaterais mais comuns que são a boca seca e, mais raramente, taquicardia.

Inalação com berotec e atrovent para tosse, funciona?

As bulas desses medicamentos não indicam que são efetivos para tosse.

Aliás, a tosse é, na verdade, um efeito colateral citado nas bulas do Berotec e do Atrovent.

Contudo, como essa medicação é broncodilatadora, poderá eliminar o catarro na garganta e nos brônquios, aliviando a tosse.

Mesmo assim, essa não é uma indicação, segundo o fabricante.

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo