Sua saúde

Catarro com sangue nem sempre é grave: Tudo que você precisa saber

Catarro com sangue: Médicos explicam o que pode ser e o que fazer

O catarro com sangue é um tipo de muco considerado comum, apesar de, muitas vezes, não ser normal.

O muco, mais conhecido como catarro é um líquido viscoso composto basicamente de água. Contudo há glicoproteínas, sais e restos celulares na sua composição.

Um catarro “normal” é incolor, líquido ou pouco viscoso e não apresenta nenhum cheiro.

No entanto, quando o muco apresenta alguma mudança na cor, no cheiro e na textura é sinal de que algo não está certo.

Assim como o catarro verde, o catarro com sangue persistente necessita de uma avaliação médica. Na medicina, catarro com sangue chama-se Hemoptise.

De acordo com o pneumologista Ciro Kirchenchtejn, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, a função do muco nasal é proteger as vias aéreas do ataque de vírus, bactérias e outros microrganismos.

Tais germes podem infectar o nosso corpo trazendo patologias, muitas vezes graves, como uma pneumonia, por exemplo.

Contudo, o catarro pode nos informar muitas outras coisas, principalmente quando ele tem alguma cor, odor ou tenha sangue.

De onde vem esse sangue?

Quando sai sangue com catarro ao assoar o nariz ou escarrar, decerto, o sangue veio de algum lugar no trato respiratório:

  • boca
  • garganta
  • nariz
  • pulmões
  • passagens que levam aos pulmões

Quando o catarro com sangue é normal?




Geralmente, o catarro com sangue no nariz em pouca quantidade, não é nada demais.

Às vezes um tempo seco provoca o ressecamento das vias aéreas levando ao rompimento dos vasinhos das narinas e então, quando assoamos o nariz, o catarro vem com filamento de sangue.

Estrias de sangue no catarro é muito comum, quando estamos com as vias aéreas muito irritadas e com muita coriza quando também ocorre rompimento dos vasinhos.

Escarrar catarro com sangue também pode ser normal, se acontecer raramente, em muita pouca quantidade. Mas mesmo assim, requer muita atenção.

Muitas vezes acontece porque a própria força feita para escarrar acaba rompendo algum vaso da garganta

Catarro com sangue, o que pode ser?

Pequenos traumas até uma tuberculose ou câncer de pulmão refletem no muco resultando no catarro com sangue, mas as causas mais comuns são:

  1. tosse prolongada e severa
  2. bronquite
  3. hemorragias nasais
  4. pneumonia
  5. Bronquiectasia

1. Tosse severa e prolongada

A tosse é um reflexo positivo do organismo, na tentativa de se livrar de corpos estranhos.

Mas tossir exige uma grande força dos músculos respiratórios e, ao mesmo tempo, da mucosa da garganta.

A tosse seca constante e até mesmo a tosse com catarro, pode, com o tempo, danificar os vasos sanguíneos localizados na garganta e, se você cuspir, pode perceber estrias de sangue.

Por sorte, esses vasinhos param de sangrar muito rapidamente e não significa nada sério. Além disso, todos os sintomas desaparecerão quando a tosse for curada.

2. Bronquite

A bronquite é a inflamação dos brônquios, tubos que levam o oxigênio até os pulmões.

A condição leva ao inchaço e contração dos brônquios resultando ao mesmo tempo, em uma grande produção de muco na tentativa de limpar a área.

Toda região fica irritada, coberta de muco e ainda dificulta o trânsito de oxigênio até os pulmões.

A bronquite leva a uma tosse irritativa que pode também romper vasos sanguíneos sensíveis pela inflamação.




Além disso, o próprio descolamento do catarro da mucosa leva a algum sangramento e, portanto, o resultado disso é escarrar catarro com sangue.

Os sintomas de bronquite mais clássicos, são:

3. Hemorragia nasal

O catarro com sangue saindo pelo nariz, geralmente, não indica nada sério e é considerado comum.

O sangramento nasal pode fazer você expelir catarro com sangue tanto pelo nariz como através do escarro.

A maioria deles acontece por causas banais, como uma irritação da mucosa nasal por um agente agressor ou um resfriado comum.

Aliás pessoas que sofrem com rinite alérgica costumam ter mais episódios desses e quando isso acontece, pode ser que o catarro saia com sangue.

Apesar de, geralmente, as causas de tais sangramentos serem por motivos bobos, é importante saber que esse é um sintoma de problemas mais graves.

Perder sangue pelo nariz também pode indicar deficiência na coagulação do sangue. Por isso, é bom procurar o médico sempre que ocorre de forma intensa ou repetitiva.

4. Pneumonia

A pneumonia é uma inflamação dos alvéolos pulmonares, geralmente, causada por Streptococcus pneumoniae, também conhecidas como pneumococos.

Assim como na bronquite, há grande produção de muco o que causa tosse intensa com desprendimento de muco.

Tanto o reflexo da tosse como o desprendimento do catarro nas vias aéreas pode causar um pequeno sangramento, que resulta em catarro com sangue.

Os sintomas mais comuns de pneumonia incluem:

  • Tosse com muco, que pode vir com sangue
  • Febre e calafrios
  • Falta de ar
  • Dor no peito
  • Vômito e náusea
  • Fadiga
  • Pele úmida

5. Bronquiectasia

De acordo com publicação do Jornal da Pneumologia [1], a bronquiectasia pulmonar é uma condição que se dá por causa da dilatação permanente dos brônquios.

Isso pode ser causado por infecções bacterianas recorrentes ou devido à obstrução dos brônquios.

É uma doença incurável, mas pode ser feito um tratamento com medicações que diminuem os sintomas e evita a progressão da doença.

Os sintomas de bronquiectasia mais comuns são:

  • Tosse persistente e com catarro;
  • Falta de ar;
  • Perda do apetite;
  • Mal-estar geral;
  • Tosse expelindo catarro com sangue;
  • Dor no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Mal hálito;
  • Cansaço e dor no corpo todo.

Catarro com sangue pode ser sinusite?

Sim, pode. Muitas vezes a infecção sinusal está tão evoluída que assoar o nariz ou escarrar o muco pode vir sanguinolento.

Isso acontece principalmente por causa da constante manipulação do nariz para assoar, o que danifica a mucosa nasal causando um pouco de sangramento.

catarro com sangue sinusite

A infecção do sinus pode levar ao surgimento de catarro sanguinolento, principalmente por assoar e limpar o nariz muitas vezes.

Os sintomas de sinusite também incluem:

  • Modificação da voz para o tom nasal;
  • Gotejamento pós-nasal, ou seja, engolir constantemente secreções;
  • Pressão nas órbitas oculares;
  • nariz entupido constantemente;
  • impressão de que a cabeça está muito pesada quando se inclina para a frente;
  • Produção de catarro amarelo ou verde e, eventualmente, sanguinolento.

Escarro com sangue pela manhã

A expectoração com sangue de manhã pode ter muitas causas, mas normalmente não indica nada sério.

Dormir com o ar condicionado ligado, deixa o quarto muito seco e isso provoca ressecamento das vias aéreas, sobretudo em pessoas que dormem de boca aberta.

Mas, o problema não pode ser tratado como banal se acontece com frequência e vem acompanhado de outros sintomas, como febre, falta de ar e náusea.

Catarro com sangue no tempo seco

Expelir catarro com sangue pelo nariz quando o tempo está seco ou quando passou a noite com o ar condicionado ligado, é super comum.

Como já explicado, o ressecamento das vias aéreas deixa os microvasos sanguíneos muito sensíveis e podem se romper facilmente quando se assoa o nariz.

Este pequeno sangramento deve aparecer no meio do catarro, simplesmente como estrias de sangue e não um sangue vivo.

Para evitar que isso aconteça durma com uma bacia de água no quarto, isso irá aumentar a umidade mesmo se o ar condicionado estiver ligado.

Ao mesmo tempo, quando o tempo estiver seco, leve um frasquinho com soro fisiológico na bolsa, para hidratar a mucosa do nariz algumas vezes ao dia.

Beba muito mais água do que de costume.

Conclusão

Resumindo, quase sempre, expelir catarro com sangue tem motivos banais, como por exemplo, o tempo seco e dormir com o ar condicionado ligado.

Mas, preste atenção na frequência desse acontecimento, e esse sangue deve ser sempre pouco.

Busque ajuda médica para situações recorrentes.

Artigos médico-científicos: Jornal da Pneumologia [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo