Sua saúde

Pés rachados: dermatologista explica o que pode estar te causando esse problema

Pés rachados: dermatologista explica o que pode estar causando esse problema

Os pés não costumam ser o foco de atenção de muita gente. Por isso, há uma incidência muito grande de pessoas com pés rachados por aí. A rachadura nos pés acontece quando a pele está muito desidratada e acaba “quebrando” diante das pequenas pressões das atividades do dia-a-dia. Essas fissuras podem alcançar uma camada mais profunda da pele e passar a causar muita dor e até sangramento.

Embora você encontre em muitos sites a informação de que este sintoma é um indicativo claro de falta de cuidado com os pés, há também causas patológicas e desidratação do organismo. A  dermatologista Mayra Tosta Lima Clemente, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explicou no site Vix que nem sempre há descuido com os pés. Em alguns casos, este, pode ser um indicativo de um problema grave de saúde como hipotireoidismo e diabetes.

A seguir, veja alguns problemas ou erros de cuidados que podem estar deixando seus pés ressecados e com fissuras, de acordo com a dermatologista.




Você anda lixando os pés?

Lixar os pés com frequência é ruim, já quo processo remove as células mortas e provoca um efeito rebote do organismo, que compensa produzindo uma camada ainda mais grossa e ressecada de pele, o que resulta nos machucados.



Você está acima do peso

Quando a pele está muito seca e o corpo está muito mais pesado do que o ideal, a pele do calcanhar sofre fissuras durante a pressão sofrida no dia-a-dia. A sobrecarrega de peso pressiona a base do corpo, deixando a pele mais frágil. Isso costuma acontecer quando a pessoa que está acima do peso passa muito tempo em pé. No entanto, a pressão de atividades como descer ou subir escadas também provocará as fissuras.

Pés rachados: 2 tratamentos caseiros naturais e baratos com base em estudos científicos

Você usa calçados abertos o tempo todo



Quem passa o tempo todo de chinelos e sandálias podem ter pés rachados com muito mais frequência. Os calçados abertos que não absorvem impacto como os fechados e isso também sobrecarrega o calcanhar. Estando a pele do pé desidratada, as fissuras inevitáveis com o tempo.

Você pode ter diabetes

Quem tem diabetes precisa ter um cuidado dobrado com os pés. O diabético tem as terminações nervosas menos sensíveis nas pernas e pés, o que pode levar a pessoa a não sentir dor. Assim, estando o pé ressecado a fissura pode vir e a pessoa não sentir dor. É preciso ter cuidado para não desenvolver “pé diabético”, o que pode levar a amputação.

Doença do Calcanhar de Maracujá: veja a verdade, claramente explicada, sobre essas imagens terríveis da internet

Você pode ter psoríase

Psoríase hiperceratósica é comum nos pés e um dos sintomas dessa doença é justamente lesões nos calcanhares. Há um hiperqueratinização da pele na região que provoca as fissuras calcâneas extremamente dolorosas.

Você pode ter hipotireodismo

A pele seca pode também ser sintomas de hipotireoidismo. Muitas vezes, as pessoas com este problema hidratam a pele direitinho, mas, mesmo assim, as rachaduras persistem. Essa alteração na pele do corpo todo, inclusive dos pés, ocorre devido à má circulação do sangue, como resultado da baixa função tireoidiana. Uma redução na circulação pode fazer com que as células da pele recebam apenas um quinto do suprimento de sangue normal, deixando-a enrugada e rachada.

programaqualitycare / tudoporemail / vix

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo