Homem

Novo estudo comprovou que Ibuprofeno (Motrin, Advil, Nurofen etc) realmente “envelhece” testículos e causa infertilidade em jovens

Ibuprofeno (Advil, Motrin, Nurofen) adoece os testículos e causa infertilidade

Novo estudo comprovou que Ibuprofeno (Motrin, Advil, Nurofen etc) realmente “envelhece” testículos e causa infertilidade em jovens
4.2 (84%) 5 votes

Um estudo envolvendo atletas e publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences, revelou que Ibuprofeno (Motrin, Advil, Nurofen etc) afeta seriamente os testículos. Ao que parece o uso deste anti-inflamatório não esteroide altera a fisiologia testicular e leva a uma queda hormonal comum em homens de meia-idade.

O estudo foi idealizado em consequência dos resultados de uma pesquisa sobre mulheres grávidas. Segundo os cientistas, a aspirina, o ibuprofeno e o paracetamol tomados durante a gravidez podem afetar os testículos de bebês ainda na barriga da mãe.

Como sabemos, os testículos não só produzem esperma, eles secretam a testosterona, o principal hormônio sexual masculino. Esses três medicamentos são então “anti-androgênicos”, ou seja, eles afetam os hormônios masculinos. Nesses casos, o Ibuprofeno é o medicamento que mais afeta os testículos dos bebês.




♥  Você costuma tomar ibuprofeno? Veja o que o medicamento fez com este rapaz!

Assim, os pesquisadores resolveram testar se o Ibuprofeno também afetaria os testículos de jovens adultos. O ibuprofeno é frequentemente utilizado por atletas durante a recuperação de lesões comuns. Ginastas, jogadores de futebol, vôlei e basquete são os que mais fazem uso deste fármaco.

O estudo



Os cientistas recrutaram 31 voluntários do sexo masculino entre 18 e 35 anos. Destes, 14 receberam uma dose diária de ibuprofeno que muitos atletas profissionais e amadores recebem: 600 miligramas duas vezes ao dia. Os outros receberam placebo.

♥ Aspirina e ibuprofeno não melhoram a dor nas costas, diz estudo

Os homens que tomaram o Ibuprofeno por 2 semanas tiveram seus níveis de hormônios luteinizantes diminuídos no sangue. Isso, é o primeiro sinal de testículos disfuncionais, ou seja, infertilidade. Assim, este desequilíbrio hormonal produziu hipogonadismo compensado. Essa é uma condição associada à diminuição da fertilidade, depressão. Além disso, pode levar ao aumento do risco de eventos cardiovasculares, incluindo insuficiência cardíaca e acidente vascular cerebral.

Os pesquisadores disseram que como os voluntários só tomaram o medicamento por 14 dias, o processo de queda hormonal foi reversível. No entanto, alertam que o uso indiscriminado e constante deste medicamento pode sim levar ao envelhecimento precoce dos testículos e a infertilidade.



edition.cnn   Artigo: David Møbjerg et al

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo