Massa de bolo crua pode transmitir doença perigosa, não coma!

Comer massa de bolo crua pode transmitir doença perigosa

A maioria das famílias brasileiras tem hábito de fazer bolo em casa pelo menos uma vez por semana. E sempre tem alguém por perto esperando para  comer massa de bolo crua. E, eu sei, dependendo do sabor é mesmo uma delícia. No entanto, vez ou outra alguém diz que esse costume não é nem um pouco aconselhável.

Infelizmente, isso é mesmo verdade, pois a massa, seja ela caseira ou massa pronta levará ovos crus que podem estar contaminados. A bactéria Salmonella Enteritidis é a responsável por 50% das gastroenterites. As infecções por Salmonella são altamente contagiosas.Uma pessoa infectada com a bactéria podem apresentar os seguintes sintomas de 12 a 72 horas após o consumo do alimento contaminado:

Estudos realizados nos Estados Unidos e Europa mostram que um em cada 20 mil ovos pode estar contaminado. Um em cada 10 mil ovos, o que aumenta o risco de se adquirir a doença. Análises feitas em laboratórios brasileiros mostram que 1,6 ovos em cada 100 podem conter a bactéria. Isso significa um risco 320 vezes maior.


Já alertamos anteriormente que comer ovo com gema mole, clara de ovos, maionese caseira pode causar uma infecção gravíssima e te levar a morte. A salmonelose, acontece basicamente quando as bactérias infectam as galinhas que fornecem os ovos que comemos. O problema é que não tem como identificar quais ovos estão infectados. Assim, os médicos recomendam: “Todos os ovos devem ser bem cozidos antes de consumidos, já que as bactérias morrem no calor.

Apesar do problema, é raro que uma infecção deste tipo cause a morte de um indivíduo. O fato fica mais grave quando a bactéria se espalha do intestino para a corrente sanguínea. Se o paciente não passa por nenhum tipo de tratamento com antibióticos, a contaminação pode ser fatal.


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.