Mulher

Inseminação artificial caseira: o doador de esperma anuncia em grupos e páginas nas redes sociais

Inseminação artificial caseira: doador de esperma anuncia no Facebook

A inseminação artificial caseira é uma prática nova. Dizem que  surgiu em 2015 e desde então, pode ter colaborado com a gravidez de ao menos 30 mulheres. Os dados mostram que já foram feitas 150 doações. O doador de doadores de esperma oferece o material no Facebook.

O termo “inseminação artificial” está sendo usado aqui, se certa forma, de maneira equivocada. Como o processo não conta com o contato físico e sexual dos envolvidos, estamos usando aqui, o termo “artificial”. No entanto, sabemos que a inseminação artificial propriamente dita, consiste em uma técnica de reprodução assistida por um médico na qual o sêmen é depositado dentro da cavidade uterina, feita por um médico




Inseminação artificial caseira

Antes de todo processo prático, fica acordado entre a futura mãe e o doador, há um acordo judicial. A mãe e o doador fazem um contrato que definirá que o homem abra mão do bebê e conceda plenos direitos à mulher. Ela, por sua vez, assumirá sozinha a criação do filho. Abrindo mão de pensão alimentícia.

Com toda burocracia acordada, o procedimento poderá acontecer. O processo de inseminação artificial caseira consiste no doador de esperma ejacular em um pote esterilizado e entregar à mulher. Esse é o único contato físico dos dois envolvidos e é a última vez que se falam.

A mulher que, por sua vez, deve estar no período fértil, introduz o material recebido na vagina por meio de uma seringa. Ela terá que permanecer em posição ginecológica por aproximadamente 30 minutos. Depois de duas semanas, faz o primeiro exame para descobrir o procedimento deu certo. Caso a gravidez ocorra, mãe e doador registrarão o acordo em cartório.



Segundo o Ministério da Saúde, esse método não possui nenhum tipo de regulamentação legal. Como se trata de uma decisão particular, por conta própria, não é possível haver controle. Geralmente, esse procedimento é o mais usado por casais de mulheres homossexuais.

Doador de esperma do Facebook

A inseminação caseira está ganhando muitos adeptos, no Facebook, grupos e páginas sobre o assunto estão crescendo exponencialmente. Nas páginas e nos grupos, um dos nomes mais conhecidos é o de Holland, analista de sistemas João Carlos Holland, de 61 anos. O esperma deste homem resultou em nascimentos de bebês e, acredita-se que ele seja um dos maiores doadores de sêmen para inseminação artificial caseira.



bbc

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo