Chupeta que identifica febre, desidratação e hipotermia em bebês poderá ajudar bastante as mães de primeira viagem. O melhor? O projeto é brasileiro!


Um projeto brasileiro batizado de Bubu Digital chegou à final do concurso Imagine Cup, da Microsoft, que premia ideias inovadoras e de grande impacto. Toda a criação foi realizada por estudantes de engenharia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. O projeto está competindo pelo prêmio e tem grandes chances de ir para o mercado!

O funcionamento da chupeta é simples: sensores da temperatura e umidade enviam informações para dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Qualquer mudança é compreendida pelo aplicativo que pode notar sinais de febre, hipotermia ou desidratação e enviar um aviso aos pais ou responsáveis. Basta instalar o aplicativo e conectar o dispositivo a chupeta para começar a receber as informações.


O objetivo do projeto é auxiliar os pais e mães a cuidarem dos seus bebês e, consequentemente, contribuir para redução da mortalidade infantil no Brasil e no Mundo. Dessa forma, nenhuma enfermidade passará despercebida, possibilitando que a criança receba os cuidados necessários o mais rápido possível.

Vamos então torcer por estes estudantes para que o projeto siga adiante e que alguma grande empresa incentivadora se anime em levar as chupetas inteligentes para o mercado!

super / bubu
ATENÇÃO  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.