Vício em sites adultos tem levado cada vez mais adolescentes a buscar plásticas genitais. O Brasil é o campeão no procedimento

Labioplastia: muitos adolescentes brasileiros já buscam plásticas genitais

Há algum tempo, seria inaceitável imaginar que uma adolescente de 14 anos pudesse convencer os pais de que seus genitais eram deformados e que precisava de uma cirurgia para correção, mas hoje, isso está se tornando rotineiro, apesar da pouca divulgação.

Uma adolescente britânica de 14 anos acabou de passar por um desses procedimentos. Ela conta que comprando seu corpo com as mulheres dos sites adultos, cismou que seu aparato genital não tinha bom aspecto. A menina fez uma labioplastia, um procedimento que faz com que os lábios da [email protected] sejam encurtados ou remodelados. “Pensei que a aparência de todas era igual (a de atrizes p0rnográficas), porque não havia visto imagens de pessoas comuns“, disse à BBC.

Por incrível que pareça, a labioplastia é um dos procedimentos de cirurgia plástica mais requisitados no Brasil. Em 2016, Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, segundo a foram exatos 23.155 cirurgias deste tipo. No entanto, a estatística não mostra exatamente quantas dessas mulheres tinham menos de 20 anos de idade.

Os especialistas neste tipo de cirurgia e psicólogos estão verdadeiramente preocupados. Eles dizem que as imagens de vulvas divulgadas em vídeos ou fotos de p0rnografia, populares em sites e nas redes sociais, tornam-se referência para muitos jovens. O que muitos jovens não sabem é que muitas dessas imagens são retocadas e não representam a variedade de forma, cor, tamanho e assimetria que existe na realidade.

A ginecologista Naomi Crouch,  uma das responsáveis pela Sociedade Britânica de Ginecologia Pediátrica e Adolescente, disse que, de todas as jovens que buscam ajuda para o “problema”, até hoje, nenhuma delas realmente precisava da intervenção.


A labioplastia faz com que os lábios da [email protected] sejam encurtados ou remodelados.

Segundo a clínica geral, Paquita de Zulueta, em 30 anos de medicina, esta preocupação com o formato da genitália externa feminina só surgiu nos ‘últimos anos, junto com a facilidade de visualizar imagens p0rnograficas na internet. “A percepção das meninas é que de que os lábios internos devem ser invisíveis, quase como numa Barbie, mas a realidade é que há uma variação gigante (entre as mulheres). É muito normal que os lábios se sobressaiam”, explicou a médica.

 

G1

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.