Relatório revela que 112 mil brasileiros não sabem que estão contaminados com o vírus HIV


Depois da revelação da ONU de que aplicativos de paquera tem aumentado os caso de Aids nos jovens, a UNAIDS,  Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/ Aids, já disponibilizou seu novo relatório sobre o número de pessoas infectadas de HIV no Brasil. Os números assustam! Segundo o relatório, o Brasil está vivendo uma epidemia da doença entre jovens de 15 a 24 anos e essas pessoas nem imaginam que podem estar infectados.

O estudo aponta para um total de 827 mil brasileiros contaminados pelo vírus, até 2016. O mais assustador é que de fato do total de pessoas estimadas com HIV, 87% sabem que são portadoras do vírus. Isso significa que 112 mil estão infectadas sem saber. Na verdade, o que acontece é que a maioria das pessoas tem muito receio de se descobrir contaminadas pelo HIV, já que os soropositivos ainda sofrem preconceito e existe um estigma em torno da doença.


A ideia de que uma pessoa com Aids, fica aparentemente magra e debilitada rapidamente, mas na verdade, não assim que acontece. Uma pessoa infectada pode demorar até 10 anos para que o vírus se manifeste no corpo e, assim, o paciente sexualmente ativo que não inclui testes preventivos de HIV nos exames de rotina.

O avanço expressivo no número de casos de Aids em idosos se deve à falta de costume em usar preservativos.

Mais idosos entre os contaminados

 A taxa de detecção de Aids subiu 24,8% nas pessoas que têm 60 anos ou mais. A psicóloga e gerente operacional do Departamento de DSTs/Aids da Paraíba Ivoneide Lucena contou para a BBC que este avanço expressivo no número de casos de Aids em idosos se deve à falta de costume em usar preservativos. São pessoas que nasceram antes da epidemia que veio à tona na década de 80 e passaram grande parte da vida tendo relações sexuais de forma desprotegida.

Fonte: unaids / vix
Imagens: hivempauta /

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.