Esta garrafa está fechada há 45 anos. Um ecossistema perfeito que se auto sustenta e só precisa de luz, mais nada!


David Latimer de 80 anos, tinha 35 anos quando regou e preparou essas plantas pela última vez. Na verdade, segundo ele, seu jardim de garrafa foi montado em 1960 (há 57 anos, mas 1972 foi a última vez que a garrafa foi aberta. Desde então o mini-ecossistema na garrafa tem se sustentado sozinho, dependendo exclusivamente de luz. E antes que pensem em notícia fake, podemos garantir aqui que isso é perfeitamente possível e você mesmo pode tentar fazer um mini-ecossistema dentro de uma garrafa.

Em um garrafão globular de cerca de 37 litros, Latimer derramou um pouco de terra e adubo e cuidadosamente colocou uma muda de plantas do gênero Tradescantia, usando um pedaço de arame. Na época, colocou só um pouco de água, e apenas em 1972 deu outra “regada”. Desde então, o sistema tem prosperado, enchendo sua garrafa com folhagem saudável.

O Sr. Latimer espera irá deixar seu experimento de sucesso com a Royal Horticultural Society, uma sociedade britânica. Ele tem medo de morrer e seu mini-ecossistema ficar seus poucos cuidados. Tomara que sim, pois os cientistas acreditam que esse jardim pode perdurar por muitos e muitos anos ainda!

A gente explica!

O jardim garrafa criou seu próprio ecossistema em miniatura. Apesar de as plantas terem sido isoladas do mundo exterior, ainda estão absorvendo luz, podem realizar fotossíntese, o processo pelo qual as plantas convertem luz solar em energia que precisam para crescer. A fotossíntese cria oxigênio e também coloca mais umidade no ar. A umidade se acumula no interior da garrafa e “chove” de volta na planta.


As folhas que apodrecem caem na parte inferior da garrafa, criando o dióxido de carbono necessário para a fotossíntese e os nutrientes que as plantas reabsorvem através das suas raízes.

Que tal tentar?

Fonte e imagem: hypescience

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.