Não é cloro: xixi é o grande causador dos olhos vermelhos após banhos na piscina


Basta alguns minutos na piscina e de repente, nossos olhos ficam vermelhos e ardendo. A crença popular culpa o cloro pelos “efeitos colaterais” de uma tarde na piscina, mas na verdade o vilão é outro. Pesquisadores do Centers for Disease Control and Prevention (CDC), dos Estados Unidos, descobriram que a causa da irritação tão comum em qualquer lugar do mundo pode ser outra coisa um pouco mais nojenta. De acordo com eles, o problema é a urina na água.

O que irrita os olhos em piscinas geralmente é cloro combinado com subprodutos da excreção. Estes subprodutos são o resultado da mistura de suor, urina e outros resíduos do organismo“, afirma Beach no site da CDC. “Cloro e outros desinfetantes são lançados nas piscinas para destruir os germes. Urinar na piscina esgota o cloro, causa irritação nos olhos e os torna vermelhos”, afirmou a chefe do programa de natação saudável do CDC, Michele Hlavsa. Segundo ela, a solução para tratar os olhos vermelhos seria simplesmente a “cortesia” de não urinar na piscina.

Xixi-é-a-causa-dos-olhos-vermelhos-pós-piscina-informa-órgão-dos-EUA-660x330


Uma pesquisa recente revela que a reação de cloro com duas substâncias químicas presentes no xixi humano – a ureia e o ácido úrico – cria dois gases tóxicos que podem prejudicar os pulmões, corações e o sistema nervoso central das pessoas.

Mas prepare-se para uma notícia ainda mais chocante. Parece que os banhistas não estão apenas fazendo xixi nas piscinas, eles também estão liberando vestígios de fezes. O Centro de Controle de Doenças aconselha as pessoas a “não nadarem quando estiver com diarreia“.

Fonte: cdc.govrevistagalileunoticias.r7 / eunemsabia  Imagens:  Reprodução/ diariodesorocabaeunemsabia

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.