Será um peixe? Conheça uma criatura marinha totalmente transparente!

Um pescador da Nova Zelândia ficou assustado ao ver uma criatura meio peixe, meio camarão flutuando na superfície próxima ao seu barco. O animal era completamente transparente e gelatinoso, apresentando apenas uma bolha amarelada no seu interior. As fotos da criatura logo chegaram à Web e fizeram um tremendo sucesso sendo apresentado como um “peixe transparente nunca visto antes”.

Com cara de gelatina sem sabor, este animal incrível não é um peixe e sim uma Salpa (nome científico Salpa maxima). As Salpas são urocordados, também conhecidos como tunicados, caracterizados por não possuírem espinha dorsal, e sim uma notocorda em pelo menos alguma fase de suas vidas. Os membros da família salpidae do qual pertencem as salpas são mesmo caracterizados por possuírem corpos gelatinosos de forma cilíndrica e por serem filtradores do plânctons dispersos pelos oceanos. O movimento destes animais é através de contração, bombeando água pelo seu corpo gelatinoso. O corpo transparente ajuda a esconder dos predadores, proporcionando uma fantástica camuflagem na água. Podem ser encontradas em grupo formando uma longa fita ou solitárias. A estrutura amarelada ou avermelhada visível dentro da massa transparente são as vísceras do animal.

article-2543194-1AD845CC00000578-850_634x476
a critura é completamente transparente e gelatinoso, apresentando apenas uma bolha amarelada no seu interior.
article-2543194-1AD844A000000578-827_634x475
Com cara de gelatina sem sabor, este animal incrível não é um peixe e sim uma Salpa (nome científico Salpa maxima)
article-2543194-1AD8459400000578-738_634x476
As Salpas são urocordados, também conhecidos como tunicados, caracterizados por não possuírem espinha dorsal, e sim uma notocorda em pelo menos alguma fase de suas vidas.
093823576-812a6f33-f0ac-4088-af1b-32d319a09404
Os membros da família salpidae do qual pertencem as salpas são mesmo caracterizados por possuírem corpos gelatinosos de forma cilíndrica e por serem filtradores do plânctons dispersos pelos oceanos.
da024464-d718-4601-8918-e1d303545886_figure2
Podem ser encontradas em grupo formando uma longa fita ou solitárias. A estrutura amarelada ou avermelhada visível dentro da massa transparente são as vísceras do animal.
Salpa-Maggiore_003
O corpo transparente ajuda a esconder dos predadores, proporcionando uma fantástica camuflagem na água.

Fonte: Daily Mail

Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.