Por que os homens ficam mais carecas que as mulheres?


“Queria saber por que o homem fica careca e a mulher, não!” Eduardo Gonçalves

Na verdade Eduardo, as mulheres também tem calvície. São casos mais raros e não tão intensos como ocorre nos homens. A calvície que vimos normalmente nos homens é conhecida como alopecia androgenética, ou seja, é uma calvície de origem genética e manifestada na presença de hormônios masculinos (andrógenos). Isso quer dizer, que mesmo nos casos de calvície feminina, uma das causas é o hormônio masculino, presente em muito pouco quantidade no organismo da mulher.


A principal reação bioquímica que gera a calvície acontece quando a enzima 5-alfa-redutásia age sobre a testosterona (o principal tipo de hormônio masculino), produzindo outro hormônio, o di-hidro-testosterona (DHT). Esse hormônio é o grande responsável pelo afinamento dos fios e consequente queda, mas ele não é o único responsável. Afinal se a pessoa não tiver receptores celulares sensíveis ao DHT no couro cabeludo, o hormônio não age. E o que define a sensibilidade desses receptores é a herança genética.

Na origem genética, a calvície é dominante nos homens. Isso quer dizer, que o problema se manifesta mesmo quando herdado somente do pai ou só da mãe. Nas mulheres a calvície é recessivo, ou seja, para que as mulheres percam os cabelos é necessário que acumule dois genes, um do pai e outro da mãe. Mas, como já dito, ter tendência genética não é o bastante. A herança só se manifesta em presença de testosterona, um hormônio masculino. Por isso, no caso das mulheres a calvície é tão rara.

A calvície tem causas genéticas e hormonais.

Fonte: Mundo Estranho e Você Sabia


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.