Komondor: cão com dreadlocks


Esse sim é um cachorro interessante. O Komondor é um cão com um porte admirável. A pelagem branca é uma característica única nesta espécie, já que todo o corpo está coberto por uma manta encordoada de pelo denso que pode crescer tanto até chegar ao chão. O pelo está em constante crescimento e pode formar lindos “cachos entrelaçados”.

É uma raça de cão pastor e de guarda originário da Hungria e por apresentar essa pelagem super branca e farta, no pasto, pode ser facilmente confundido com uma ovelha e, por isso é considerado um grande defensor dos rebanhos contra predadores. Foi esta mesma vocação para proteção de rebanhos e guarda que fez com que a raça fosse bastante valorizada nos Estados Unidos, onde é utilizada nos tempos atuais para a mesma função.

É um cão rústico e necessita viver ao ar livre. Seu pelo encordoado é capaz de protegê-lo das mudanças bruscas de temperatura, uma vez que as “trancinhas” funcionam como um regulador térmico e ainda é repelente à água, impedindo que penetre facilmente no corpo. Existem dois tipos de tranças na raça: uma mais espessa e outra fina. Entretanto, ambas só estão totalmente formadas quando o cão atinge, no mínimo, 2 anos de idade. Então se você está pensando em adquirir um Komondor, saiba que você só terá um cachorro com “dread” quando ele já for um adulto.


 

FONTE: Cães e Filhotes


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.