Insetos têm sangue como nós?


“Tenho uma pergunta: pode-se dizer que insetos possuem sangue?” Marco Nunes

Sim, os insetos tem sangue, porém o “sangue dos insetos” é chamado de hemolinfa e algumas características desta substância são bem diferentes do que estamos acostumados ver por aí. Mas, não dá para falar em sangue de inseto sem contar uma grande novidade: os insetos não possuem veias e artérias pelo corpo como nós. Neles o sangue, fica espalhado entre os órgãos, num tipo de circulação chamada circulação aberta, o coração fica ao longo de todo corpo e assim como nós, serve como uma bomba para movimentar a hemolinfa por todo o corpo. O sangue dos insetos não é vermelho como conhecemos, isso porque os insetos não possuem hemoglobina no sangue.

Assim, se você pensa que ao matar um mosquito, aquele sangue vermelho que fica espalhado é o sangue do próprio, você está muito enganado, pois aquele sangue é seu, ou de outra pessoa que o mosquito picou. A cor da hemolinfa pode variar, mas normalmente é transparente, algumas vezes com pigmento amarelo, marrom ou esverdeado. Eles também tem uma quantidade muito grande de proteínas, contém ainda células que nós não temos, chamadas de hemócitos e ainda muita água. A água da hemolinfa corresponde a quase metade da água que existe em todo o corpo do inseto.

Além de servir como estoque de substâncias importantes e como reserva de água, a hemolinfa tem outras funções super importantes, como por exemplo, ajudar a borboleta a inflar suas asas assim que ela sai do casulo. Quando as borboletas e mariposas saem do casulo, as suas asas são completamente amassadas e molhadas e seria muito difícil voar se não pudessem contar com hemolinfa. Esta substância entra pelas nervuras das asas, que são como canudinhos capazes de se encher de líquido e dá uma ajuda para que as borboletas deixem suas asas esticadas. Mas talvez a maior importância do sangue dos insetos seja a capacidade de proteger o corpo contra fungos, bactérias, vírus e outros microorganismos que causam doenças. Os hemócitos, podem funcionar como células de defesa contra os germe. Esta sim é uma função indispensável, pois, evita que os insetos adoeçam e acabem morrendo.

Crash8_700-738556

O sangue dos insetos é transparente, com poucos pigmentos e se chama hemolinfa!

——————————————————————

Este texto foi adaptado do capítulo do meu livro (O Mundo Secreto dos Insetos): Insetos têm sangue? Em 2013 nas melhores livrarias!

Karlla Patrícia


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.