Um presente nupcial bem diferente


No mundo dos insetos também existem machos que cuidam e presenteiam suas fêmeas. Uma mariposa macho, da família Actiidae consegue surpreender com seu presente nupcial. Com o propósito de garantir a sobrevivência da fêmea e a fertilização dos ovos, o macho da espécie Cosmosoma myrodora visita uma planta medicinal até bem conhecida, a macelinha (Anthemis cotula), que possui substâncias alcaloides mortais para seus maiores inimigos: as aranhas! Ele irá extrair essas substâncias tóxicas armazenando-as em um par de bolsas que ficam no seu abdome. Essa bolsa venenosa será o seu presente nupcial.

Durante a corte e todo frenezi que a acompanha o macho oferece o “presente” e durante a cópula a fêmea receberá dele uma pequena porção desses alcalóides juntamente com seu líquido espermático. O presente nupcial irá garantir que as aranhas, que são totalmente vulneráveis ao veneno, se afastem e até cortem a teia onde a fêmea se encontra, caso seja capturada.

Essas toxinas são produzidas pela macelinha para proteger suas folhas contra insetos herbívoros, mas a Cosmosoma myrodora desenvolveu, com o passar do tempo, uma espécie de imunidade a este veneno e acabou tirando proveito disso. Já as aranhas, sentem o perigo assim que sua teia captura a fêmea protegida pelo toxina da macelinha, percebendo o perigo ela dá logo um jeito de se livrar da visita indesejada!

Cosmosoma-myrodora-EH
Até este momento, este é o único inseto na qual o macho torna a fêmea invulnerável.

——————————————-

FONTE: Livro Natureza radical – Mark Carwardine


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.