Curiosidades

Por que sentimos cãibras?

“Olá, adoro seu trabalho e desejo muito sucesso pra você. =) Seus posts me tiraram muitas dúvidas e espero um dia ser uma bióloga também. Queria saber o que são as cãibras, e por que doem tanto?”(Nayla Dielle)




E quem não odeia ter cãibras, não é Nayla? A cãibra (ou cãimbra) nada mais é do que uma contração involuntária do músculo esquelético, por isso causa aquela dor quase insuportável. Sabemos que uma das formas de adquirir energia para sobrevivermos é a partir do processo de respiração celular que utiliza oxigênio e glicose para tal. A molécula de glicose é “quebrada” pelo oxigênio, capturando sua energia.

Assim, uma das principais causas da cãibra é o acúmulo de ácido lático no tecido muscular. Essa, é aquela cãibra mais comum, que acontece durante os exercícios físicos, muito frequente quando estamos nadando. Essa dor quase insuportável acontece quando o oxigênio que chega ao músculo não é suficiente para a obtenção de toda a energia necessária. Para compensar essa falta, as células musculares realizam fermentação láctica e acumula ácido láctico no tecido muscular. Isso produz dor e fadiga.

Alguns especialistas sugerem que esta contração dos músculos ocorre pela desidratação, quando a pessoa faz muita atividade física sem repor principalmente água e minerais, pois as cãibras também estão relacionadas com a diminuição do nível de alguns minerais como cálcio, potássio e magnésio em nosso organismo. Muitas pessoas falam sobre a falta de potássio como causa de câimbras. Na verdade, baixos níveis sanguíneos de potássio pode até causar contrações involuntárias, mas seu principal sintoma é fraqueza ou paralisia muscular. O cálcio e o magnésio ainda parecem ser as causas mais importantes e comuns de câimbras.

Aquelas que ocorrem à noite (cãibra noturna idiopática) ocorrem geralmente em pessoas com histórico de sedentarismo, depois de um dia de grande atividade física (que é uma novidade para o organismo) ou na presença de doenças crônicas que diminuem nosso estoque de minerais. Nesses casos, o ideal é fazer um leve alongamento antes de dormir.

caimbra1

As causas das cãibras são muito variadas!


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


1 Comentário

1 Comentário

  1. André Machado

    em

    Eu tenho câimbras de um modo diferente desses elencados. Sei que é diferente pois já tive os dois, tanto dormindo quanto depois de exercícios, e a dor é exatamente a mesma,
    Só que as minhas câimbras acontecem quando eu estico demais algum músculo ou faço algum movimento brusco e diferente do que estou acostumado, acontecem em qualquer músculo a qualquer momento e variam muito de intensidade, Aprendi a viver com isso adaptando meus movimentos para que não ocorra, e tomando esse cuidado levo uma vida normal, pratico esportes, td normal, mas é só eu esticar demais o braço, me espreguiçar demais, ou ter ânsia de vômito que vou ter câimbras no braço, nas costas e na língua respectivamente. Minha irmã é pior do que eu, então suspeito de um fundo genético para essa condição. Nunca investigamos a fundo pois não é um problema que incomode muito, mas suspeito que seja algum pequeno defeito na bomba de cálcio do do retículo sarcoplasmático, pelo pouco que eu entendo de fisiologia muscular.

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma Resposta

Topo