Por que o percevejo (maria-fedida) solta aquele cheiro ruim?

Percevejo Maria fedida: por que tem cheiro ruim? Transmite doenças?

“Sabe aquele inseto verdinho que chamamos de percevejo Maria fedida? Queria saber se ele transmite doenças e porque fede tanto? De onde vem aquele cheiro ruim? Como eles conseguem soltar um pum tão “podre”! Que nojo!” Laura Veloso

Laura (risos)… Eles realmente são bem fedidos e com isso conseguem o querem: se livrar do perigo. Já reparou que assim que você toca ou simplesmente percebe a presença dele logo vem aquele cheiro horrível? Este cheiro ruim, nada mais é do que o mecanismo de defesa destes insetos que sempre exalam um odor desagradável quando se sentem ameaçados.

A maria fedida (ou “Stink Bug”, em inglês) é apenas o nome popular dos percevejos (ordem hemíptera a mesma ordem dos barbeiros). São da família Pentatomidae que possuem glândulas especializadas no tórax ou no abdômen que produzem um líquido com aquele odor fétido de hidrocarbonetos. Estas substâncias químicas acumulam em um pequeno reservatório ligado às glândulas e são liberados na superfície do corpo somente quando necessário. Tanto os adultos, quanto as ninfas mais desenvolvidas possuem este mecanismo.

Essa defesa é bem interessante, pois uma vez liberado, o odor permanece sobre tudo que o percevejo toca. Para a maioria dos predadores, o gosto é tão ruim quanto o cheiro e os pássaros, por exemplo, costumam cuspir logo após segurá-los no bico.


Ele transmite doenças?

Este inseto é inofensivo para os seres humanos, ou seja, não transmite doenças ao homem e por isso, não é necessário mata-los. Esta espécie não se alimenta de sangue. sua alimentação é restrita a seiva das plantas. O único problema é que uma infestação pode prejudicar frutos e leguminosas em cadeia de plantações.

Uma infestação destes insetos também pode causar um estrago nas plantas do seus vasos e jardins. Alguns especialistas recomendam uma misturinha de água e alho que ao ser borrifada nas plantas funciona como repelente natural.

Como fazer:  Misture duas xícaras (500 ml) de água com quatro colheres de chá (20 ml) de alho em pó em um borrifador. Borrife essa solução nas folhas das plantas, peitoris de janelas e outras áreas com presença frequente deste inseto. As Marias-fedidas não gostam do cheiro pungente do alho e normalmente se afastam quando há alho por perto.


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.