É verdade que o João de Barro prende a parceira dentro da casa quando está com ciúmes?

João de barro: é verdade que o macho prende a fêmea na casa por ciúmes?

O joão de barro, conhecido cientificamente como Furnarius rufus (forno de padaria vermelho) é um arquiteto extremamente habilidoso. Mas a fama que corre por aí não é boa. Dizem que o macho é super ciumento e não permite que a fêmea se relacione com outros pássaros. Assim, quando os ciúmes atacam, ele prende a fêmea casa. Mas será que isso é verdade mesmo?

Alias, quem nunca se encantou com aquelas casinhas do João de Barro? Esse pássaro habilidoso possui diversas peculiaridades. Os casais constroem juntos sua morada durante duas semanas, onde vivem por cerca de um ano, tempo o bastante para pelo menos 4 ninhadas.

Na construção da casa, utilizam barro úmido, misturado a esterco e palha. O casal chega a fazer centenas de viagens no transporte do material. O ninho (casinha) tem formato esférico e normalmente 30 centímetros de diâmetro. As paredes tem 5 centímetros de espessura e exigem grande esforço do casal: eles amassam as porções de barro com os bicos e os pés, criando uma massa homogênea e pegajosa que ajuda na construção. Todo o processo demora de 18 dias a um mês.

 Descubra por que os pássaros das cidades estão usando bitucas de cigarros na construção dos ninhos

É um arquiteto perfeito. O ninho tem dois cômodos, com uma porta que dá acesso ao primeiro, que é feita na medida para que a ave entre sem precisar se abaixar. O cômodo mais interno, geralmente é forrado com penas, pelos e musgo, serve para a postura de ovos e acomodação dos filhotes. A porta de entrada é sempre estrategicamente posicionada na direção contrária à chuva e ao vento.

O macho é ciumento e vingativo?

Mesmo sendo um arquiteto muito habilidoso, as histórias que cercam esta ave não é muito amigável. Dizem que o macho é extremamente ciumento e vingativo. Os machos amam para a vida toda, mas as fêmeas são “vulneráveis” e se encantam facilmente por outros machos. Se ele desconfia que está sendo traído, toma uma atitude radical: prende a companheira no ninho, tapando a porta, e deixa a coitada morrer lá dentro em uma atitude vingativa e ciumenta.


De acordo com o WikiAves, site especializados em aves,  existem realmente várias lendas sobre esta espécie e esta é a mais famosa. Ela diz então, que se o macho for traído ele pode trancar a fêmea no ninho até que ela morra. Tal comportamento nunca foi registrado cientificamente, mas essa má fama corre o mundo!

Outra lenda que corre sobre esta ave é que ele é um pássaro religioso, e suspende a construção do ninho aos domingos e dias santos. É claro, este comportamento também nunca foi registrado por ornitólogos.

WikiAves

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.