O menor sapo do mundo é brasileiro!


O minúsculo sapinho (Brachycephalus pernix) pertence à família Brachycephalidae e está entre os menores animais terrestres com coluna vertebral do mundo, até hoje encontrado (fantástico, não?). 

O micro anuro adulto mede apenas 11 milímetros (pouco mais de um centímetro). O mais interessante é que esse sapinho foi encontrado aqui no Brasil, do Espírito Santo ao Paraná e recentemente foi visto também no estado de Santa Catarina. Foi apelidado pelos pesquisadores por Sapo-Pingo-de-Ouro, exatamente por apresentar esse minúsculo tamanho e pela sua cor meio dourada, meio alaranjada lembrando mesmo ouro. Ele está adaptado para viver somente nas partes mais altas que freqüentemente ficam encobertas pela densa neblina que molha o ambiente, ocasião quando eles ficam ativos, saem para comer, durante o dia. Porém, raramente se expõem.

Uma grande curiosidade sobre esses bichinhos é que os indivíduos desta família não apresentam a fase de girino aquático, como a maioria. A reprodução se dá por desenvolvimento direto, fora da água, isto é, os sapinhos nascem já na forma adulta a partir dos ovos depositados embaixo das folhas, galhos e troncos das árvores caídas, em decomposição, no chão da floresta. Imaginem só o tamanho dos filhotes?

pingo
A natureza nos surpreende todos os dias, não é mesmo? Brachycephalus pernix. Impressionante!!!

 ——————————————————————————–


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.