Diário de Biologia http://diariodebiologia.com Agora ficou divertido aprender! Thu, 27 Apr 2017 11:13:01 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.4 5538239 O vídeo de homens “pescando” peixe vivo no chão seco é verdadeiro. Entenda porque esses peixes dão igual batata na terra. http://diariodebiologia.com/2017/04/o-video-de-homens-pescando-peixe-vivo-no-chao-seco-e-verdadeiro-entenda-porque-esses-peixes-dao-igual-batata-na-terra/ Thu, 27 Apr 2017 10:00:54 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39709

A descrição do vídeo diz: “Na África, peixe dá na  terra igual batata!”. Sim é apavorante e parece um daqueles virais que recebemos pelo WhatsApp ou surgem em nossas timeline do Facebook. Algumas pessoas estão atribuindo o vídeo a um milagre para combater a fome, ou que os peixes são demônios. O vídeo é VERDADEIRO. Estes homens estão realmente tirando peixes encapsulados da terra seca.

Montagem? Não. Milagre? Não. Demônios? Não.

Este peixe pertence ao grupo dos sarcopterígios, que são dipnoicos, ou seja, podem ser pulmonares facultativos. Isso quer dizer que possuem respiração branquial quando há água e respiração pulmonar quando não há água. Algumas espécies podem ser pulmonados obrigatórios. Estes peixes, vivem exclusivamente em água doce e possuem o corpo alongado. Como adaptação, suas narinas são atípicas, elas se abrem dentro da cavidade bucal.

Mas como e porque esses peixes estão dentro de uma capsula enterrados no chão seco, sem água nenhuma? Isso é bastante curioso, conforme escreveu o site Magnus Mundi, quando está na água, o peixe pulmonado se comporta como qualquer outro peixe, nadando e se alimentando de peixes menores ou crustáceos no fundo de lagoas e córregos. Durante a época das chuvas o peixe cresce e acumula gordura corporal, devido à grande quantidade de alimentos ingerido. Com a estiagem e, consequentemente, com a baixa das águas, deixa de se alimentar e mergulha na lama; cava um canal de até 1 metro de profundidade no lodo, engolindo a lama e empurrando para fora pelas suas brânquias e este canal terminara numa câmara que varia de tamanho de acordo com as dimensões do peixe, e secretará um muco para fora de sua pele. Uma vez que o muco endurece, formará um casulo protetor em torno dele.

Neste buraco, o peixe diminuirá seu metabolismo ao máximo possível e viver exclusivamente às custas da respiração pulmonar. A energia necessária para manter seu pouco metabolismo vem das proteínas musculares. Normalmente, eles aguentam bem por 6 meses nesta “vida de batata” dentro da cápsula. Mas especialista dizem que podem viver por até 4 anos assim. Quando a chuva retorna, os peixes tornam-se ativos e voltam a nadar normalmente.

Estratégia usada pelo peixe pulmonado para fazer sua toca.

Na África, o peixe é comido pelos moradores locais, que costumam cavar o peixe do solo seco. Foi isso que vimos no vídeo.

No Brasil, a pirambóia (Lepidosiren paradoxa) pode ter esse mesmo comportamento. Podem ser encontrados em regiões alagadas e pantanosas da Amazônia, Mato Grosso do Sul e também no rio Prata, no Paraguai, e foi descrito como um réptil em 1836, quando da sua descoberta.

Na água eles são assim.

Fonte: magnusmundi / e-farsas/ Dipnoicos
Imagens e vídeo: magnusmundi / facebook

 

]]>
39709
Cientistas criam útero artificial para salvar a vida de bebês prematuros. O simulador já estará disponível em 2020. |vídeo http://diariodebiologia.com/2017/04/cientistas-criam-utero-artificial-para-salvar-a-vida-de-bebes-prematuros-que-estara-disponivel-em-2020-video/ Thu, 27 Apr 2017 06:10:31 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39702

Os problemas com nascimentos prematuros estão com os dias contados. Uma equipe de pesquisadores americanos revelou através de um estudo publicado na Nature Communications  conseguiram fazer com que cordeiros prematuros sobrevivessem por 4 semanas fora do útero de suas mães. Eles desenvolveram um simulador de útero.

De acordo com Alan Flake, um dos autores da pesquisa, o simulador é capaz de continuar com sucesso o desenvolvimento de um feto teria dentro do útero materno. A ideia é que a pesquisa revolucione o tratamento de bebês prematuros, aumentando suas chances de vida. O estudo diz que uma das principais vantagens do sistema é a possibilidade considerável de evitar a insuficiência cardíaca, que vem do desequilíbrio dos fluxos sanguíneos criados com circuitos de bomba.

Como funciona

Os pesquisadores desenvolveram uma versão sintética do líquido amniótico, que é filtrada constantemente e a troca gasosa que seria feito com a mãe, é realizada através de aparelhos. Uma máquina externa retira o gás carbônico do invólucro e adiciona oxigênio ao sangue do animal. O bombeamento é feito através dos próprios batimentos cardíacos do filhote, através do cordão umbilical, simulando a respiração intrauterina.

Agora que os testes com cordeiros foram um sucesso, os cientistas esperam conseguir as liberações necessárias para adaptar o equipamento para o uso em bebês humanos. Caso consigam, entre 2020 e 2022 o simulador de útero poderá ser fabricado e usado em UTIs neonatais de todo o mundo. Muitos bebês que perdem a vida por nascerem antes do tempo serão salvos e poderão desfrutar da vida junto de suas famílias.

Fonte: galileu
Artigo: Emily A.  et. al
Imagens:  galileu

 

]]>
39702
Pesquisa feita por marca famosa de preservativos revela que o Brasil é o segundo país que faz mais sexo no mundo. Os japoneses ficaram em último. http://diariodebiologia.com/2017/04/pesquisa-feita-por-marca-famosa-de-preservativos-revela-que-o-brasil-e-o-segundo-pais-que-faz-mais-sexo-no-mundo-os-japoneses-ficaram-em-ultimo/ Wed, 26 Apr 2017 17:21:06 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39695

Já somos 7 bilhões de habitantes na Terra. Desses, 5 bilhões são sexualmente ativos. Hoje, se digitarmos a palavra “sexual” no Google Acadêmico, surgem nada menos que 2 milhões e meio de artigos científicos com o tema. Isso significa que o assunto tem sido amplamente estudado por diversos campos de pesquisa.

Um novo estudo conduzido pela Durex Global Research, pesquisou sobre a satisfação sexual de pelo menos 37 países, entrevistando para tal 26 mil pessoas com mais de 16 anos. Foi utilizada uma série de indicadores estatísticos, incluindo a própria percepção de cada país. O estudo mediu o desempenho e a satisfação sexuais dos países com base em fatores como amor mútuo e respeito entre os parceiros; capacidade de orgasmo; boa saúde física e mental; frequência de sexo e preliminares.

Grécia e Brasil

A Grécia e o Brasil foram os países em que as pessoas mais fazem sexo, de acordo com o estudo. Os gregos lideram o ranking. Os casais helênicos fazem amor em torno de 3,2 vezes por semana.

Os brasileiros estão em segundo lugar com 2,8 vezes por semana. Os brasileiros têm uma média de 145 relações sexuais por ano, com 82% das pessoas dizendo que fazem sexo pelo menos uma vez por semana. O Brasil está bem acima da média global, de 103 vezes por ano. Só durante o Carnaval, o governo distribui mais de 70 milhões de preservativos grátis. Outro estudo conduzido pela psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora do Projeto Sexualidade (ProSex) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, corroborou com estes números e afirma que os brasileiros afirmam fazer em média 2,9 relações sexuais por semana.

brasil-e-o-segundo-pais-que-faz-mais-sexo-no-mundo

Japoneses estão há um passo da castidade.

Ao que parece, os japoneses estão no caminho da castidade. A média é de menos de uma relação sexual por semana. Além disso, são aqueles que se dizem mais insatisfeitos com o sexo. Apenas 15% está feliz com sua vida sexual.

Lista do ranking

De uma lista de 37 países, estes são os que com mais assiduidade praticam sexo:

  1. Grécia (87%)
  2. Brasil (82%)
  3. Rússia (80%)
  4. China (78%)
  5. Itália (76%)
  6. Polônia (76%)
  7. Malásia (74%)
  8. Suíça (72%)
  9. Espanha (72%)
  10. México (71%)
Fonte: noticias / drpetra / vix/ g1
Imagens: jeova/

 

]]>
39695
Estudo envolvendo mariposas revela estratégia impressionante que permite os insetos enxergarem no escuro http://diariodebiologia.com/2017/04/estudo-envolvendo-mariposas-revela-estrategia-impressionante-que-permite-os-insetos-enxergarem-no-escuro/ Wed, 26 Apr 2017 16:39:08 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39690

Imagine uma mata fechada durante uma noite sem lua e com poucas estrelas no céu. Você seria capaz de enxergar algum animal a menos de meio metro a sua frente? Com certeza seria impossível ver qualquer tipo de animal numa imensa escuridão. Se nós seres humanos não conseguimos enxergar, como os insetos voam tranquilamente durante a noite e são tão bem orientados? Pois bem, os insetos conseguem não só enxergar com pouca luz como evitam e fixam obstáculos durante o voo, distinguem cores, detectam movimentos fracos e realizam marco visual, além disso, conseguem se orientar utilizando a polarização celeste produzido pela lua e navegar usando as constelações de estrelas no céu, ou seja, os insetos têm “super poderes” da visão ou pelo menos quase isso, não acha?!

Para descobrir como é possível esses animais enxergarem no escuro, um estudo realizado pelo professor de zoologia da Universidade de Lund, na Escócia, o Dr. Eric Warrant, iniciou a pesquisa observando as mariposas, especificamente os Esfingídeos que são mariposas com atividade predominantemente noturna, sendo conhecidas mais de 1.200 espécies em praticamente todos os continentes. Elas voam rapidamente durante a noite em busca de alimento e realizam um importante papel com a polinização.

Deilephila elpenor, um animal lindo naturalmente, conhecida popularmente como Mariposa-elefante.

Uma mariposa bastante interessante é a Deilephila elpenor, um animal lindo naturalmente, apresentando uma forte coloração em verde e vermelho, conhecida popularmente como Mariposa-elefante ou apenas traça da noite. Ela é capaz de distinguir as cores durante a noite utilizando alguns truques neurais. Analisando a fisiologia dos circuitos neurais visuais do cérebro foi descoberto que ela adiciona efetivamente fótons que coletou de diferentes pontos no espaço e tempo para conseguir enxergar de forma confiável em pouca luz. É como se ela captasse a vibração eletromagnética transformando essas ondas numa imagem brilhante.

Portanto, essa habilidade de captar esses fótons facilita bastante esses insetos que vivem com pouca luminosidade, associada a luz das estrelas e da lua, essa habilidade torna-se ainda melhor e pode aumentar em 100 vezes mais sua visão. A desvantagem desta habilidade é que quanto mais ela capta os fótons mais brilhantes e maiores se torna a imagem observada diminuindo os detalhes, porém para suas atividades noturnas de capturar presas, encontrar parceiros, voar rapidamente sem esbarrar em nada e conseguir voar de volta para o seu ninho com certeza essa desvantagem não faz nenhuma diferença e ainda mais que se não fosse isso esses insetos seriam totalmente cegos durante a noite, ou seja, seriam como nós humanos. Portanto, essa característica e habilidade deve ser a utilizada pela maioria dos insetos e por isso conseguem ver tão bem durante os vôos noturnos.

Fontes: iflscience / theconversation / mma
Artigo: almut k et al
Imagens: dark-raptor / european

 

]]>
39690
Estudos revelam que pessoas naturalmente ruivas precisam de mais anestesia e sentem mais dor durante o tratamento dentário http://diariodebiologia.com/2017/04/estudos-revelam-que-pessoas-naturalmente-ruivas-precisam-de-mais-anestesia-e-sentem-mais-dor-durante-o-tratamento-dentario/ Wed, 26 Apr 2017 15:32:46 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39666

Existem poucos ruivos: somente 2% da população possui esse tipo de cor natural nos cabelos. Essas pessoas possuem variantes genéticas do receptor melanocortina-1 (MC1R ) do cromossomo 16. Ainda que qualquer ruivo seja apreciado pela cor tão viva e bonita, eles possuem uma desvantagem: sentem mais dor que as outras pessoas.

Foi o que revelou o estudo feito na Universidade de Louisville, em Kentucky nos EUA, que os ruivos naturais são muito mais resistentes aos anestésicos locais subcutâneos do que as pessoas sem essa variação genética. Por causa disso, experimentam maior ansiedade em relação ao cuidado odontológico. Mas isso não é “medinho” nem frescura, essas pessoas realmente precisam de uma dosagem anestésica maior. O estudo também revela que essas pessoas costumam evitar o tratamento dentário. Elas na verdade sentem mais dor e muito mais medo da cadeira do dentista. Tudo influenciado pelas variações genéticas.

Esta mutação, que afeta o cromossomo 16 e leva o nome de MC1R, faz com que as pessoas sintam mais dor.

Em relação à necessidade de maior dosagem de anestésico, outro estudo realizado no Institute and Department of Anesthesiology na mesma universidade, determinou que pessoas ruivas requerem mais anestesia que o restante da população. Se um dentista aplicar a mesma quantidade de anestésico em um ruivo e em uma pessoa que tenha o cabelo preto, o primeiro ainda sentirá dores. O estudo diz que a descoberta é, portanto, não só de importância clínica prática, mas sugere que as diferenças genéticas contribuem para exigência anestésica em seres humanos.

Os especialistas indicam 20% a mais de drogas, e não somente para ir ao dentista, mas em procedimentos que precisam de suturas e cirurgias, cuidando para que não desencadeie uma overdose.

Fonte: empathyforpain
Artigos: Edwin B et. al / Catherine J. et. al
Imagens: Reprodução/Red_hair / drtooth
]]>
39666
Conheça 6 usos para o Viagra que você nunca imaginaria. O primeiro já será surpreendente para você! http://diariodebiologia.com/2017/04/conheca-6-usos-para-o-viagra-que-voce-nunca-imaginaria-o-primeiro-ja-sera-surpreendente-para-voce/ Tue, 25 Apr 2017 14:33:43 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39659

Todos nós sabemos para que serve o Viagra. Inclusive já mostramos como ele funciona no organismo e o que acontece se as mulheres fizerem uso dele. O nome genérico do viagra é Sildenafil usado hoje para ajudar os homens com disfunção erétil a terem uma vida sexual normal. Só que o “azulzinho” tem mais utilidades que você não conhece.

1- Evita que flores murchem rapidamente

Quando você poderia pensar nisso? Colocando 1 miligrama de Viagra na água para flores pode mantê-las vistosas e fortes por muito mais tempo. Há quem diga que fiquem lindas uma semana a mais do que ficariam naturalmente. Foi o que revelou um estudo feito na Universidade de Bar-Ilan, em Israel. Os cientistas suspeitam que o Viagra funciona através de seus efeitos sobre o óxido nítrico, que é também como a droga trata a disfunção eréctil.

2- Serve para queimar gordura

Que maravilha! Na SciLogs , Jalees Rehman descreve pesquisas recentes sugerindo que Viagra pode ajudar a queimar a gordura. Ele diz que o Viagra parece ser responsável por muitos dos sintomas graves associados à obesidade, como diabetes e inflamação. Até agora, o Viagra foi testado em ratos, e estes mostraram ter maiores níveis de proteína de gordura marrom (a gordura boa!).  O que o Viagra faz é ajudar a converter a gordura “ruim” em gordura “boa” e assim contribui para a perda de peso.

usos-para-o-viagra-que-voce-nunca-imaginaria

Colocando 1 miligrama de Viagra na água para flores pode mantê-las vistosas e fortes por muito mais tempo.

3- Reduz a Hipertensão Pulmonar

A hipertensão pulmonar é uma doença rara que afeta principalmente as mulheres. Ocorre a partir de um acúmulo de pressão nos vasos sanguíneos que conduzem sangue aos pulmões.  Um estudo de 2004 descobriu que as pessoas que sofrem com essa doença e com risco de vida, tiveram maior capacidade de realizar exercícios físicos após tomarem Viagra. Na verdade, Viagra é agora comercializado sob o nome Revario, e está sendo usado para tratar a hipertensão pulmonar.

4- Ajuda no tratamento do câncer de próstata

Quando usado em combinação com doxorrubicina, um medicamento contra o câncer, o Viagra pode ajudar a tratar câncer de próstata. Enquanto a doxorrubicina é uma droga eficaz na luta contra o câncer, seus efeitos colaterais incluem insuficiência cardíaca. Segundos os médicos, o Viagra parece proteger contra os problemas cardíacos.

usos-para-o-viagra-que-voce-nunca-imaginaria

Viagra pode ser usado para reduzir a pressão arterial pulmonar por consequências de altitudes elevadas.

5- Melhora mal-estar devido a altitude

Viagra também tem sido usado para reduzir a pressão arterial pulmonar por consequências de altitudes elevadas que pode causar sintomas como hiperventilação, náusea, doença e exaustão. Além disso, aumenta a capacidade de exercícios físicos em condições de baixo oxigênio.

6- Melhora o “jet lag”

Depois de um voo longo é natural a pessoa não se sentir bem. Sono, dor de cabeça, tontura, dificuldade para pensar, se concentrar ou se adaptar ao fuso horário do local de destino foram reações definidas na língua inglesa como “jet lag”. Pois o Viagra pode ajudar a melhorar esta sensação em até 50%, ajustando o ritmo cardíaco e o organismo ao ciclo de luz e escuridão do lugar onde o viajante esteja.

Fontes: care2 / vix
Imagens: Reprodução/baddr / casei/

]]>
39659
O que aconteceria se todas as baratas do mundo desaparecessem? http://diariodebiologia.com/2017/04/o-que-aconteceria-se-todas-as-baratas-do-mundo-desaparecessem/ Tue, 25 Apr 2017 12:10:10 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39649

Difícil uma pessoa que nunca tenha desejado a extinção total das baratas de todas as espécies. Talvez, muitas dessas pessoas não tenham pensado que as baratas participam de um esquema elaboradíssimo da cadeia alimentar. Não só as baratas, como também todos os outros insetos e os seres vivos em geral estão conectados em uma “teia” alimentar dentro de todo o planeta.

Um exemplo bastante simples da extinção das baratas seria a redução das populações de ratos e camundongos, que possuem boa parte de sua dieta composta pelas baratas. Se esses pequenos roedores perderem essa fonte de alimento e se sua população silvestre reduzisse, isso implicaria em danos enormes nas populações de animais maiores, predadores naturais dos roedores, como as águias e outras aves de rapina; os felinos, os coiotes, os lobos e muitos répteis.

se-todas-as-baratas-do-mundo-desaparecessem

Existe também a contribuição das baratas para o ciclo de nitrogênio, algo vital para o funcionamento do planeta.

A cadeia alimentar não é o único problema. Elas também têm sua parcela de contribuição para o ciclo do nitrogênio. Grande parte das baratas se alimenta de matéria orgânica em decomposição. Esse material detém em sua estrutura amplas quantidades de nitrogênio, e, ao ser consumido fixamente por milhões e milhões de baratas, essa matéria passa pelo trato digestivo do inseto convertendo-se em fezes. Uma vez eliminadas, essas fezes desprendem com facilidade os produtos nitrogenados que logo serão aproveitados pelas plantas. Por fim, todo esse processo realizado por “zilhões” de baratas contribui para a saúde dos bosques, campos e demais ecossistemas.

A longo prazo, a falta das baratas no planeta causaria um considerável colapso no ecossistema.

Fonte: vix
Imagens: Reprodução/ conse / vix

]]>
39649
Peixe de carne azul fluorescente está encantando a internet! Será que pode comer? http://diariodebiologia.com/2017/04/peixe-de-carne-azul-fluorescente-esta-encantando-a-internet-sera-que-pode-comer/ Tue, 25 Apr 2017 07:11:41 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39640

Depois de mostrarmos o porco selvagem todo tecido adiposo azul brilhante, trazemos o Lingcod, um peixe que naturalmente desenvolve carne azul fluorescente.

O lingcod (Ophiodon elongatus) é nativo da costa oeste da América do Norte e é bastante popular entre os pescadores. São poucos os que apresentam esta tonalidade de azul, mas, assim que a carne é cozida, volta a ser esbranquiçada

Essa variação de cor é uma alteração da genética e até de pigmentos biliares. No caso do lingcod azul, apesar de ele quase sempre seja encontrado na tonalidade branca, alguns membros da espécie simplesmente adquirem a coloração azul na carne, o que dá um efeito especial aos indivíduos. Segundo Tom Worthington, coproprietário do Monterey Fish Market em San Francisco, isso pode ocorrer, possivelmente, em razão de um pigmento biliar chamado biliverdina. Mas, como o pigmento chega aos tecidos ou porque somente alguns peixes ficam azuis ainda são perguntas sem respostas.

Os indivíduos de carne azul podem ser consumidos sem qualquer problema. Worthington disse que em termos de sabor, não há qualquer diferença entre os lingcods azuis e brancos e que, depois de cozido, a carne azul volta para a cor branca.

Confira as imagens impressionantes

Peixe-de-carne-azul

Peixe-de-carne-azul

Peixe-de-carne-azul

Peixe-de-carne-azul

 

Fonte: jornalciencia/ megacurioso
Imagens: Reprodução/jornal/ megac

]]>
39640
Estudo revela: crianças rejeitadas pelo pai se tornam adultos ansiosos, inseguros e agressivos. A figura paterna é mais importante do que a materna http://diariodebiologia.com/2017/04/estudo-revela-criancas-rejeitadas-pelo-pai-se-tornam-adultos-ansiosos-inseguros-e-agressivos-a-figura-paterna-e-mais-importante-do-que-a-materna/ Mon, 24 Apr 2017 15:47:10 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39565

Ainda hoje, em pleno século XXI, é comum que as pessoas ainda depositem toda a responsabilidade e confiança da personalidade de uma criança pelo amor e dedicação da mãe. Mas, uma pesquisa recente feita pela Universidade de Connecticut (EUA) estudou o poder de rejeição – e ele é muito poderoso – e como isto é recebido pela criança. Os pesquisadores analisaram 36 estudos de psicologia social, somando mais de 10 mil participantes, para estabelecer qual é a relação da aceitação ou da rejeição do pai com as características de personalidade dos voluntários na vida adulta.

Segundo os pesquisadores, não há nenhuma outra experiência pessoal que tenha um efeito tão forte quanto a rejeição do pai, por motivos importantes ou não, principalmente quando ainda se é criança. E nestes casos, ser rejeitado pelos pais afeta a personalidade e o desenvolvimento das crianças até a fase adulta.

O estudo revela que as crianças rejeitadas sentem como se tivessem sido socadas no estômago a todo momento. Isto de acordo com pesquisas nos campos da psicologia e neurociência, que revelam que as mesmas partes do cérebro ativadas quando as pessoas se sentem rejeitadas são ativadas quando sentimos dor física. “Ao contrário da dor física, as pessoas podem reviver psicologicamente a dor emocional da rejeição repetidamente durante anos”, diz Rohner, um dos responsáveis pelo estudo.

Para os pesquisadores ficou claro que as crianças rejeitadas experimentam mais ansiedade e insegurança, e são mais predispostas a serem hostis e agressivas. E, pior, são mais problemáticas em cultivar relações seguras e de confiança com outras pessoas, pois têm medo – inconsciente –  de passar pela mesma situação novamente.

estudo-revela-criancas-rejeitadas-pelo-pai-se-tornam-adultos-ansiosos-inseguros-e-agressivos-a-figura-paterna-e-mais-importante-do-que-a-materna

O estudo revela que a figura paterna na infância pode ser mais importante para a criança do que a materna

Mais importante que a mãe

Esta compilação de estudos implica que a figura paterna na infância pode ser mais importante para a criança do que a materna, pois as crianças geralmente sentem mais a rejeição se ela vier do pai.

O que o estudo revela é que o papel masculino ainda é supervalorizado e pode vir seguido de mais importância e poder. Por isso, pode ser que uma rejeição por parte do pai tenha um forte impacto na vida inteira de uma criança.

 

Fonte: paisefilhos / vix
Artigo:  A. Khaleque & RP Rohner
Imagens: Reprodução/ espacoda / guiainf

]]>
39565
Cientistas estão animados: É possível que exista vida extraterrestre na Lua de Júpiter http://diariodebiologia.com/2017/04/cientistas-estao-animados-e-possivel-que-exista-vida-extraterrestre-na-lua-de-jupiter/ Mon, 24 Apr 2017 15:21:07 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=39544

Uma das dezenas de luas de Júpiter, Europa, vai receber duas missões para pesquisar a existência de vida extraterrestre no sistema solar. Europa é uma dos 67 satélites já identificados ao redor de Júpiter, é menor que a Lua da Terra.

A lua é coberta por grandes rachaduras lineares no gelo que cobrem sua superfície e se estendem por milhares de quilômetros. Muitas estão preenchidas por uma substância desconhecida, apelidada pelos cientistas de “gosma marrom”.

Os cientistas sabem que existe água sob a superfície por causa de medições já realizadas em missões anteriores. Isso faz desse satélite um local potencial para procurar por vida.

O oceano de Europa tem uma profundidade de 80 km a 170 km, o que significa que o volume de líquido existente pode ser duas vezes maior que os dos oceanos da Terra. Sabe-se que a água é um pré-requisito para a existência de vida, mas o oceano de Europa também pode apresentar uma fonte de energia química para desenvolvimento de micróbios.

cientistas-estao-animados-e-possivel-que-exista-vida-extraterrestre-na-lua-de-jupiter

Imagens da superfície de Europa feitas pela missão Galileu mostram, em sentido horário a partir da superior esquerda: (1) crosta de gelo quebrada na região conhecida como Conamara; (2) placas da crosta que, acredita-se, quebraram e se arranjaram em posições diferentes; (3) faixas avermelhadas; e (4) uma cratera que pode ter o tamanho do Havaí

Sobre vida extraterrestre sugerimos:

Telescópio da NASA descobre 100 novos planetas alienígenas que podem existir vida extraterrestre
Todo mundo quer saber: Será que existem alienígenas nos observando em outros planetas?
Fonte:  bbc
Imagens: Reprodução/ bbc

]]>
39544