Animais – Diário de Biologia http://diariodebiologia.com Agora ficou divertido aprender! Sat, 24 Jun 2017 11:44:56 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.8 5538239 Juíza criminal federal usa fotos fofas de animais para explicar direito penal e viraliza na Web. Prepare-se para muita diversão! http://diariodebiologia.com/2017/06/juiza-criminal-federal-usa-fotos-fofas-de-animais-para-explicar-direito-penal-e-viraliza-na-web-prepare-se-para-muita-diversao/ Thu, 22 Jun 2017 12:49:42 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=41322 Os memes estão por toda parte. Mas normalmente são usados como diversão e garante boas risadas quando passam pelo seu feed de notícias. Mas agora, também é possível trazer conteúdo informativo com esses virais.

Pensando assim a Juíza federal Carolina Malta, que atua na área criminal em Recife (PE). Ela fez uma série de publicações, na rede social Twitter, que explicam alguns artigos do Código Penal com imagens fofas de animais de estimação. Prepara-se para muita diversão!

 

Fonte: twitter
]]>
41322
Conheça o caso de Margaret Howe que na década de 60, aos 23 anos, viveu uma “história de amor” com um golfinho http://diariodebiologia.com/2017/06/conheca-o-caso-de-margaret-howe-que-na-decada-de-60-aos-23-anos-viveu-uma-historia-de-amor-com-um-golfinho/ Tue, 20 Jun 2017 17:59:28 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=41304 Todo mundo já deve ter ouvido falar de Margaret Howe Lovatt que afirma ter feito sexo com o golfinho chamado Peter, na década de 60. Ela chama o relacionamento de “história de amor” com um golfinho. Ela fazia parte de um projeto da NASA para estudar o comportamento do animal e ensiná-lo a entender inglês. Por isso, ficou literalmente, vivendo com o golfinho em uma cas aquário por 9 meses. O ímpeto sexual de Peter atrapalhava as aulas que ela ministrava para ele, sendo que por várias vezes foram observados comportamentos de montagem de Peter em Margaret.

Margaret contou que, no início, colocava Peter em um elevador para que ele “brincasse” com as fêmeas. Mas as “necessidades” do golfinho eram cada vez mais urgentes e o transporte do animal cada vez mais difícil. Até que um dia ela se permitiu viver a experiência com o golfinho, fazendo massagens masturbatórias. Segundo Margaret, a expectativa dos estudiosos era que a relação contribuísse, inclusive, no processo de aprendizado de Peter do idioma.  Segundo a moça, de 23 anos na época, todo ato envolvia muito serenidade e respeito e em momento algum havia violência.

O projeto, foi suspenso depois que se começou a questionar as drogas (tipo LSD) que eram dadas aos animais como parte do projeto. Além disso, a divulgação da natureza do relacionamento entre Margaret e Peter foi um verdadeiro escândalo.  A verba foi cortada e Margaret foi afastada de Peter. Ele morreu em pouco tempo e alguns registros afirmam que ele cometeu suicídio quando se negou a subir para a superfície para respirar e Margaret  vive até hoje e se orgulha muito do projeto.

Fonte: oglobo / diariodebiologia
]]>
41304
Estamos em luto científico: Mineradora destrói um sítio paleontológico na China. Fósseis dos animais mais antigos do planeta foram danificados http://diariodebiologia.com/2017/06/estamos-em-luto-cientifico-mineradora-destroi-um-sitio-paleontologico-na-china-fosseis-dos-animais-mais-antigos-do-planeta-foram-danificados/ Tue, 20 Jun 2017 17:02:41 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=41293 O sítio paleontológico na região de Guizhou, na China é um conhecido tesouro dos arqueólogos, é lá onde estão fósseis mais desafiadores quanto as origens da evolução dos animais. O lugar ficou famoso nos anos 1990 por ser rico em minerais que ajudam a preservar estruturas nucleares dos animais ali fossilizados a pelo menos 600 milhões de anos.

Agora, a exploração de fosfato por parte de mineradoras chinesas colocou tudo a perder. Com a chegada das máquinas e funcionários boa parte do sítio já foi para o “beleléu”. Pesquisadores  estão em contato direto com o governo em busca da interrupção da exploração no local. No entanto, a falha de comunicação e a constante rotatividade de funcionários do governo local impedem que os apelos sejam atendidos. 

Os pesquisadores então, estão fazendo um apelo junto às mineradoras para que os cientistas possam coletar amostras nos locais de exploração do fosfato, o que permitiria a continuidade dos estudos para os próximos anos.

Talvez nunca encontremos um sítio comparável e podemos perder a chance de entender verdadeiramente os primórdios da evolução animal”, disse Dave Bottjer, paleobiólogo da Universidade do Sul da Califórnia, em entrevista ao periódico científico Nature. É um absurdo!

Fonte: revistagalileu
]]>
41293
Cientistas estão criando superantibiótico com sangue de dragão! A droga poderá combater superbactéria que mata mais de 700 mil pessoas/ano http://diariodebiologia.com/2017/06/cientistas-estao-criando-superantibiotico-com-sangue-de-dragao-a-droga-combater-uma-superbacteria-que-mata-mais-de-700-mil-pessoasano/ Mon, 19 Jun 2017 17:04:38 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=41265 Pesquisadores da Universidade George Mason, nos Estados Unidos, descobriram que o sangue do maior lagarto do mundo, conhecido como dragão-de-komodo possui algumas substâncias que podem ser aproveitadas com sucesso na fabricação de antibióticos.

Até agora, o “dragão” era apenas visto como tóxico, já que, sua mordida envenena a presa que morre em pouco tempo e só depois de entrar em estado de decomposição é que o dragão se interessa em comê-la. Mesmo comendo carniça o tempo todo, estes lagartos dificilmente ficam doentes porque possuem proteínas chamadas peptídeos antimicrobianos, que previnem qualquer tipo de infecção.

Foi pensando nestes “poderes” que os pesquisadores estudaram o sangue do animal para identificar peptídeos que têm potencial para serem usados em remédios. Descobriu-se então, depois de 4 anos de pesquisa, que esses peptídeos podem ser aproveitados para combater infecções por estafilococos, infecções no ouvido e por queimaduras, dermatites, fibrose cística e até pneumonia.

O próximo passo agora é transformar as substâncias do sangue do dragão em drogas. Segundo o bioquímico Barney Bishop os antibióticos obtidos do sangue do dragão poderiam combater uma bactéria superresistente que mata mais de 700 mil pessoas por ano.

Fonte: revistagalileu
]]>
41265
Voilà! Na França o preço do ovo varia de acordo com o sofrimento da galinha. Tudo isso somente por respeito ao animal |Tem vídeo http://diariodebiologia.com/2017/06/voila-na-franca-o-preco-do-ovo-varia-de-acordo-com-o-sofrimento-da-galinha-tudo-isso-somente-por-respeito-ao-animal-tem-video/ Sun, 11 Jun 2017 16:35:18 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=41065 Hoje, mais de 33% dos ovos consumidos na França vêm de galinhas que foram vivem ao ar livre seguindo todo padrão selvagem. O resto vem de uma criação de confinamento. Lá os ovos possuem uma numeração, registrada no próprio ovo, um por um, assim o cliente pode escolher se quer consumir um ovo que veio de uma galinha que sofreu durante a vida ou que teve uma vida livre e feliz.

Funciona assim: ovos com o número “0” (zero) vierem de uma criação de galinhas ao ar livre, que comeram alimento biológicos por toda a vida; o número “1” (um) vem de galinhas que cresceram ao ar livre, mas a alimentadas com ração; o número “2” (dois) vem de galinhas que vieram em grandes grupos (alta densidade por m²) mas, sobre o solo natural de terra, comendo ração; o número “3” é o mais triste, as galinhas foram criadas em gaiolas do tamanho de um papel formato A4, comendo ração.

Se você compra ovos que estão numerados com 0 e 1, significa que você defende os direitos dos animais. Além disso, algumas pessoas são absolutamente alérgicas aos ovos pois nestas fazendas, em consequência do confinamento, há bactérias e doenças que se espalham muito rapidamente.

Mas você pagará por isso, e caro!

Obviamente que todo esse respeito ao animal tem um preço, como tudo no mundo. Como as condições de criação são diferentes, por isso, os preços de venda também são diferentes. Ainda há uma questão certificados que não vamos considerar. Os valores estão convertidos em real (R$).

  • Ovos de galinhas criadas em gaiolas, comendo ração: R$ 0,63 por ovo (R$ 7,56 por dúzia)
  • Ovos de galinhas criadas no solo em granjas parecidas com o Brasil: R$ 0,85 por ovo (R$ 10,02 por dúzia)
  • Ovos de galinhas criadas ao ar livre, mas alimentadas com ração: R$ 1,15 por ovo (R$ 13,80 por dúzia)
  • Ovos de galinhas criadas ao ar livre, comendo alimentos biológicos: R$ 1,52 por ovo (R$ 18,24 por dúzia)

Conclusão

Se você quer defender os direitos dos animais e prezar pela sua saúde, deve evitar os ovos que carregam a numeração 2 ou 3, e preferir os ovos com o número 0 ou 1.

Fonte: astuce
]]>
41065
Vídeo chocante mostra funcionários oferecendo um burro vivo aos tigres do zoológico e visitantes assistem a tudo horrorizados | conteúdo sensível http://diariodebiologia.com/2017/06/video-chocante-mostra-funcionarios-oferecendo-um-burro-vivo-aos-tigres-do-zoologico-e-visitantes-assistem-a-tudo-horrorizados-conteudo-sensivel/ Fri, 09 Jun 2017 16:37:41 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=41046 Sim, a cadeia alimentar existe, mas animais não deveriam viver em zoológicos. Eles precisam caçar suas presas! Um fato lamentável, supostamente filmado por um visitante do Yancheng Safari Park, na China, está causando tristeza em todo o mundo. Um burro vivo foi empurrado no viveiro de tigres para ser devorado vivo, na frente dos visitantes, que incluíam várias crianças, claro!

As filmagens mostram apenas o início da agonia do animal, mas uma notícia de um site chinês informou que o burro levou cerca de trinta minutos para morrer depois de ter a veia do pescoço rompida por mordidas.

O zoológico explicou através de um comunicado que acionistas contrariados foram responsáveis pelo incidente. Aborrecidos pela falta de recursos financeiros por parte da instituição, eles providenciaram que estes homens apanhassem animais, incluindo o burro, e os vendessem a pessoas de fora da instalação. Como foram contidos pela segurança, os homens então decidiram empurrar o burro para os tigres para, ao menos, “economizar na alimentação dos animais do zoológico”.

Esta é a mais recente ocorrência em uma série de eventos perturbadores envolvendo zoológicos chineses, que já têm a reputação de não se adequar aos padrões de bem-estar animal.

Assistam ao vídeo:

]]>
41046
Especialistas preocupados: Já são mais de 40 ataques de morcegos a pessoas no Brasil e pior, com uma morte confirmada http://diariodebiologia.com/2017/06/especialistas-preocupados-ja-sao-mais-de-40-ataques-de-morcegos-a-pessoas-no-brasil-e-pior-com-uma-morte-confirmada/ Wed, 07 Jun 2017 16:35:39 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=40957 As consequências do desmatamento na Amazônia, os morcegos passaram a atacar pessoas na região Nordeste. De fevereiro a maio de 2017 já foram registrados 40 episódios de ataques de ataques noturnos. O primeiro caso, no entanto, resultou na morte do paciente, que foi atacado por um morcego na zona rural do município de Paramirim, sudoeste da Bahia, e só procurou atendimento 21 dias depois que foi mordido. As pessoas têm amanhecido com feridas profundas e camas manchadas de sangue, e pior, há suspeita de que algumas dessas pessoas podem ter sido expostas a raiva (Hidrofobia).

O especialista Julian Drewe, do Royal Veterinary College, diz que já é do conhecimento dos especialistas as doenças em morcegos e, historicamente, elas nunca foram um problema. “Agora, há motivos para preocupação conforme as cidades expandem o deslocamento desses animais, aumentando seu contato com os seres humanos”, disse.

As autoridades brasileiras estão agindo emergencialmente de forma equivocada, estão tentando controlar os morcegos, envenenando-os e removendo-os de seus locais de descanso. Drewe explicou que essas medidas desorientadas podem resultar no deslocamento dos morcegos para outras áreas e isso não resolverá de fato resolvam o problema.

Procure atendimento urgente

É preciso encorajar a população a buscar atendimento médico imediato em caso de novos ataques. A urgência tem motivo: caso uma pessoa seja mordida por um morcego, ela só tem 24 horas receber a injeção de imunoglobulina, aplicada contra a raiva, e que impedirá o vírus de entrar no sistema nervoso. A localização das mordidas determina a rapidez com que a raiva se manifesta. Uma mordida no dedo do pé leva mais tempo para adoecer uma pessoa que foi mordida na cabeça, por exemplo.

Fonte: hypescience   Imagens:
]]>
40957
Iogurtes, biscoitos, sorvetes, sucos de caixinha: sabia que você anda comendo corante alimentício feito com insetos triturados? http://diariodebiologia.com/2017/06/sabia-que-voce-anda-comendo-diariamente-corante-alimenticio-feito-com-insetos-triturados/ http://diariodebiologia.com/2017/06/sabia-que-voce-anda-comendo-diariamente-corante-alimenticio-feito-com-insetos-triturados/#respond Tue, 06 Jun 2017 16:17:46 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=31365 A entomofagia se refere a alimentação à base de insetos, uma prática muito comum nos países asiáticos e que mesmo apresentando diversas vantagens nutricionais, a maioria das pessoas costumam rejeitar essa ideia por a considerarem nojenta. Mas e se eu te contasse que essa realidade não está tão distante assim do nosso dia a dia?

Como já foi abordado em um outro texto daqui do Diário de Biologia, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) permite a presença de matérias estranhas (ingredientes que não façam parte do produto), ou seja, por mais que durante a fabricação e manipulação do produto exista o máximo cuidado, é muito provável que ainda assim exista algum vestígio de um inseto, por exemplo, e tanto eu quanto você estamos consumindo sem nem ao menos notar.

Mas, vamos partir para o assunto de corantes naturais. A cochonilha é um inseto considerado como uma praga de jardim que apresenta a cor branca. Dela é extraído o corante carmim, a partir de um processo com o corpo seco da fêmea. Esse corante é considerado natural por ser retirado de um inseto (Dactylopius coccus). Dos produtos que utilizamos diariamente podemos incluir alimentos (iogurte, biscoito, sorvete), tintas, roupas e cosméticos.

O corante cochonilha é conhecido e utilizado desde a antiguidade clássica, tendo sido também utilizado pelas civilizações asteca e maia. Ainda que muitos consumidores não saibam que a expressão “corante natural” se refere à tinta derivada deste inseto, ou pelo menos ao vermelho-escuro deste. O corante não é tóxico ou cancerígeno como muitos outros corantes vermelhos artificiais. No entanto, há evidências de que uma pequena porcentagem de pessoas, quando exposta à cochonilha, possa ter uma reação de choque anafilático.

Fontes: vestr/oglobo/super/jorniencia    Imagens: super/avegetaria
]]>
http://diariodebiologia.com/2017/06/sabia-que-voce-anda-comendo-diariamente-corante-alimenticio-feito-com-insetos-triturados/feed/ 0 31365
Famosa atriz colombiana faz festa usando araras de verdade para seus convidados fazerem fotos e revolta brasileiros. Veja o pronunciamento da atriz sobre a atitude! http://diariodebiologia.com/2017/06/famosa-atriz-colombiana-faz-festa-usando-araras-de-verdade-para-seus-convidados-fazerem-fotos-e-choca-o-mundo-veja-o-pronunciamento-da-atriz-sobre-a-atitude/ Fri, 02 Jun 2017 10:23:26 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=40850 Era para ser uma festa temática com o Tema Brasil Paraíso Tropical. A decoração era alegre e a aniversariante, a atriz colombiana Sofia Vergara, não economizou nos drinks e petiscos temáticos. Toda comida e bebida acompanhava o tema, mas em algum momento da festa, surgiram várias araras amarradas em cordões que eram passadas de mão em mão entre os convidados.

O objetivo das araras na festa era “causar” e para que os convidados pudessem fazer selfies e fotos conjuntas com as aves. Em várias fotos, já divulgadas na Web, os amigos de Sofia e ela mesma posam com araras aparentemente bem cuidadas. Alguns dos convidados nitidamente não sabiam lidar com as aves que ficaram uma grande parte da festa passando de mão em mão, segundo o site Buzzfeed.

Obviamente, os brasileiros ficaram revoltados com a atração da festa. E detonaram o Instagram da atriz. Que publicou nesta rede social,  no dia seguinte, a mensagem:

“Gostaria de agradecer ao Pirates for Parties pelos pássaros maravilhosos, eles são uma companhia muito séria e respeitosa com as aves. Eles têm todas as permissões, veterinários preparados e dão a melhor alimentação para os animais. Eles também usam treinamento por afeto, em vez do treinamento comum (estes animais querem ser segurados por humanos). Esta é uma companhia de refúgio e todos estes pássaros estão lá como último recurso. Eles vivem bastante e geralmente até mais do que seus donos e por isso acabam lá. A empresa também faz isso como uma forma de aumentar a conscientização para a extinção destes pássaros. A extinção está acontecendo devido ao desmatamento da Floresta Amazônica para a criação de gado. Expondo estes pássaros para que o público os veja, as pessoas são lembradas de que eles existem e devemos cuidar deles.”

Os fãs mostraram revolta e decepção nos comentários das fotos da festa!

Perigos para os animais

Mesmo que estas aves tenham sido treinadas ao longo para vida para participar deste tipo de evento, não há dúvidas de que música alta, gente falando ao mesmo tempo e “segura aqui e puxa ali” causam um alto nível de estresse. Os Psittaciformes (papagaios, araras, calopsitas e periquitos) é ordem de pássaros que mais sofre com o estresse e a primeira reação delas é arrancar as próprias penas com o bico. Essa reação é considerada análoga ao roer de unhas nos humanos.

 

Fonte e imagens: buzzfeed
]]>
40850
Vídeo muito louco mostra cobra vomitando outra cobra viva! http://diariodebiologia.com/2017/06/40872/ Thu, 01 Jun 2017 16:38:03 +0000 http://diariodebiologia.com/?p=40872 Christopher Reynolds passeava com sua esposa Nina no Texas e avistaram uma cobra e decidiram fotografa-la. A esposa sugeriu que a o marido filmasse a cobra ao invés de fazer fotos. Ao que parece o animal se sentiu ameaçado e resolveu fazer o que toda cobra faz para fugir: se livrar do alimento que pesa seu estômago para ganhar velocidade de fuga.

Eis que a cobra começa a regurgitar outra cobra que havia acabado de ingerir. O mais surpreendente é que já estava dentro do estômago, saiu viva de lá, serpenteando como se nada tivesse acontecido. O vídeo mostra tudo que foi filmado.

Confira o vídeo:

Fonte: Jornalciencia
]]>
40872